Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Rennan Vieira

    26 de Agosto de 2019 por Rennan Vieira

    Lakers anunciou oficialmente a assinatura de Dwight Howard. O pivô está entrando na sua 16ª temporada e tem médias na carreira de 17.4 pontos, 12.6 rebotes e 2.0 tocos em 1,044 jogos com Orlando, Houston, Atlanta, Charlotte, Washington e Lakers. Atualmente é o 4º de todos os tempos em porcentagem nos arremessos de quadra, convertendo 58.3% dos seus arremessos (mínimo 2,000 arremessos), e o 1º entre os jogadores ativos em rebotes (13,184) e tocos (2,051).

    Howard vai assinar um contrato que é chamado de "contrato de verão", onde tem $0 garantido em salário no ato de assinatura. O pivô vai receber $ 14,490 por cada dia que permanecer no elenco, prazo que tem início em 21 de outubro, dia anterior ao jogo de abertura da próxima temporada da NBA. Lakers deve inserir uma cláusula chamada Exhibit 9 no seu contrato, uma espécie de proteção para franquia durante a pré-temporada.  Em caso de uma lesão mais grave e dispensa nesse período, o custo vai ser de apenas $ 6 mil para se desfazer do jogador.

    Para finalizar a contratação de Howard, Lakers dispensou o ala-pivô Aric Holman para criar espaço no elenco. Holman assinou um contrato chamado Exhibit 10 e está elegível para receber $ 50 mil em bônus se permanecer pelo menos 60 dias com o South Bay Lakers, filial do Los Angeles Lakers na G-League.

    Primeira escolha no draft de 2004 e oito vezes escolhido para o All-Star Game, Howard teve sua passagem pelo Wizards encurtada por lesões, onde só atuou por 9 jogos com médias de 12.8 pontos e 9.2 rebotes em 25.6 minutos. Deve competir com JaVale McGee pelo posto de titular no garrafão ao lado de Anthony Davis, que segundo o repórter Shams Charania do The Athletic, mostrou estar confortável para atuar como pivô nos playoffs, porém tem desejo de jogar ao lado de um pivô de oficio durante a temporada regular.

    Agora com a camisa 39, Howard deve ter sua última chance na NBA pelo Lakers, que faz uma aposta de baixo risco no jogador. Ele vai ter oportunidade durante a pré-temporada de convencer a comissão técnica e os companheiros de time que está comprometido em vencer e atuar nas funções exigidas pelos treinadores, de outro modo, vai ser dispensado praticamente sem custos pela franquia.

    Fala aí!