Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    31 de Outubro de 2019 por Renato Campos

    De todos os jovens a serem negociados com o New Orleans Pelicans no troca por Anthony Davis, a maioria acredita que Brandon Ingram teve o maior potencial.

    Ingram mostrou sinais de ser um jogador especial durante suas três temporadas em Los Angeles, mas a consistência e as lesões o atrapalharam continuamente. Assim como Ingram parecia estar virando a esquina durante a temporada da NBA de 2018-19, um coágulo de sangue foi descoberto em seu ombro e ele foi desligado pelo restante da temporada.

    Agora completamente saudável, Ingram começou a temporada 2019-20 com tudo na sua nova equipe e talvez isso tenha a ver com estar longe das luzes brilhantes de Los Angeles. Ingram conversou com Mark Medina do USA Today e comparou seu novo ambiente com o do Lakers:

    Eu diria que este é um ambiente melhor.“Há muitas pessoas genuínas aqui que são bastante sólidas. Nada contra o Lakers, porque são uma organização de alta classe. Eles fazem tudo bem e têm uma boa base de fãs. Mas eu gosto deste lugar.

    Nos quatro primeiros jogos desta temporada, Ingram tem médias de 27,3 pontos, 9,5 rebotes, 4,8 assistências e 1,3 bloqueios, enquanto arremessa 50% de quadra e 50% da linha de três pontos.

    Ingram certamente não mostrou menosprezo em relação ao Lakers em sua declaração, mas Los Angeles simplesmente não é o lugar certo para todos. Ingram é uma pessoa muito mais reservada que não se importa com toda atenção que vem com o Lakers, sem mencionar qualquer equipe com LeBron James.

    Estar em Nova Orleans é simplesmente uma opção melhor para Ingram e isso já foi mostrado em poucos jogos. Ele continuou a trabalhar duro para desenvolver seu jogo sem toda a pressão que tinha anteriormente.

    Nunca houve dúvida sobre o potencial de Ingram, mas o Lakers precisava de outro jogador All-Star para vencer neste momento.

    Ingram está mostrando ao mundo o que o Lakers viu nele quando ele foi selecionado e agora está em um lugar melhor para perceber o potencial que todos sabiam que ele tinha.

    Fala aí!