Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    06 de Novembro de 2019 por Renato Campos

    Depois de cuidar dos negócios em Dallas e San Antonio, o Lakers pareceu achar que era bom o suficiente e jogou em marcha lenta por três períodos contra o Chicago Bulls. Mas, de repente, a equipe acordou, seu banco apareceu furiosamente no último período e acabou arrancando uma vitória por 118 a 112. Foi a sexta vitória consecutiva.

    Boa parte dessa história tem a ver com o que Kyle Kuzma jogou nos minutos finais. Kuzma parecia hesitante durante a maior parte do jogo e, mesmo quando tentou atacar, ainda não tinha a rapidez e segurança de que já estamos acostumados a ver.

    Ele acertou um 'and-one' no último período que ajudou a manter o time com chances e fez Davis e James voltarem ativamente ao jogo. Ele perdeu o lance livre, mas Dwight Howard pegou o rebote e após uma enterrada garantiu quatro pontos, parte da corrida de 14 a 0 que deu ao Lakers a liderança da partida.

    O Lakers construiu essa corrida e rapidamente se tomaram conta do Bulls a partir daquele momento. Kuzma terminou com 15 pontos, enquanto James completou outra noite sólida com 30 pontos, 11 assistências e 10 rebotes, seu terceiro triplo-duplo consecutivo.

    O Lakers é tão talentoso que, em noites como esta, jogando com um adversário muito inferior, poderá dominar quando for necessário e vencer com folga, mesmo que não tenha realmente jogado o fino da bola.

    O Lakers agora tem alguns dias de folga ao fechar de uma viagem por 3 a 0, antes de retornar pra casa na noite de sexta-feira contra Jimmy Butler e o Miami Heat.

    lakers

    bulls

    Fala aí!