Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Guilherme Borges

    09 de Novembro de 2019 por Guilherme Borges

    Na madrugada de sexta pra sábado, o Los Angeles Lakers voltou para o Staples Center e defendeu sua casa com uma boa vitória para cima de uma excelente equipe da NBA, o Miami Heat.

    Até agora, em praticamente todos os jogos, o Lakers começou sonolento e correndo atrás do resultado no primeiro quarto. Nesse jogo foi diferente. Focado, o elenco Angelino liderado por LeBron James e Anthony Davis começou forte já do apito inicial e mostrou sua marca registrada de ter uma boa defesa, chegando abrir 11 pontos de vantagem nos primeiros minutos do confronto.

    Na sequência, por óbvio, a intensidade diminuiu e a diferença no placar também. Pouco a pouco, Goran Dragic e Jimmy Butler foram colocando o Heat de volta no jogo e a partida ficou boa. O Lakers parecia no controle mas não conseguia distanciar, enquanto os visitantes seguiam insistindo chegando, inclusive, a ficar na frente do placar por alguns segundos. Uma defesa zona 2-3 - que quase não se vê mais atualmente na NBA - por parte do Heat fez com que o Lakers tivesse mais dificuldades no ataque e dependesse quase que totalmente da sua defesa e de AD para não perder o domínio. O Roxo e Dourado foi para o vestiário liderando por 48x46.

    No segundo tempo, os ajustes vieram e o time de Frank Vogel teve boa resposta e manteve uma atuação sólida defensivamente e aceitável ofensivamente. Aliás, poupando alguns titulares com problema de falta (Danny Gren e Avery Bradley), Vogel teve que reinventar algumas rotações e fez um excelente trabalho.

    No último período parece que a defesa irritante do Lakers cansou o Heat que simplesmente não teve mais perna para competir. Limitado em suas bolas de 3, que até agora têm sido um ponto forte do elenco do Miami, que lidera a liga em aproveitamento de longa distância, os visitantes não conseguiram resposta para a física defesa Angelina. No final, LeBron James entrou para definir a partida e anotar 12 dos últimos 14 pontos do Lakers, que, assim, alcançou sua sétima vitória na temporada e a sétima em sequência. Final do placar 95 x 80 para o Los Angeles Lakers.

    Com 25 pontos na partida, James se tornou o terceiro jogador na história da NBA a ter pelo menos 1.000 jogos com mais 20 pontos. Os outros jogadores? Karl Malone e Kareem Abdul-Jabbar, dois jogadores que também vestiram o mando do Lakers durante suas ilustres carreiras, embora o primeiro obviamente não tenha tanto sucesso em quanto o segundo.

    Fala aí!