Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    25 de Fevereiro de 2020 por Renato Campos

    Na segunda-feira, os fãs de basquete se reuniram para prestar homenagem a Kobe e Gianna "Gigi" Bryant, que com outros sete faleceram no fátidico acidente de helicóptero do dia 26 de janeiro em Calabasas, Califórnia. Amigos íntimos, ex-colegas de equipe e esposa de Bryant, de 20 anos, Vanessa fizeram uma bela homenagem ao Black Mamba.

    Uma das muitas pessoas que transmitiu uma mensagem sincera comemorando a vida de seu amigo foi o gerente geral do Los Angeles Lakers, Rob Pelinka, que por muitos anos também foi agente de Bryant. Além de contar a história de sua conversa final com Kobe, Pelinka também compartilhou uma história incrível que, para os padrões de Bryant, não é surpreendente.

    Contando a Pelinka o quanto ele sentia falta de Vanessa e de suas quatro filhas durante um período especialmente prolongado de viagem, Bryant notou que havia um piano grande na suíte do hotel onde ele estava hospedado. Foi nesse momento que o jogador de 41 anos decidiu que aprenderia uma das sonatas para piano mais famosas de Beethoven, "Moonlight Sonata". Pelinka riu da alegação de seu amigo. Mas com certeza, apenas alguns dias depois, Bryant telefonou para Pelinka e tocou a composição sem perder uma nota.

    Para ver o Mamba tocando você mesmo, confira o clipe abaixo:

    Isso mostra que, independentemente da tarefa, hobby ou profissão em que ele se interessasse, Bryant estava decidido a dominar esse desafio, que é um verdadeiro testemunho da mentalidade de Mamba que ele pregava com tanta frequência.

    Após suas declarações, a cantora vencedora do Grammy Alicia Keys tocou a mesma sonata na frente de milhares de pessoas no Staples Center.

    Um tributo adequado para um dos melhores jogadores de basquete.

    Fala aí!