Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Sérgio Segundo

    23 de Agosto de 2020 por Sérgio Segundo

    Na terceira partida da disputa então empatada entre Los Angeles Lakers e Portland Trailblazers, o roxo-e-dourado contou com grandes atuações das suas duas grandes estrelas, afirmando cada vez mais que está em busca do título e para valer. LeBron James, numa noite que justifica o porquê de ele ser chamado de melhor jogador do mundo, deixando registrados 38 pontos, 12 rebotes e 8 assistências e se tornando o terceiro jogador com mais arremessos de três pontos convertidos durante os playoffs, após ultrapassar a marca de Klay Thompson. Anthony Davis, que não teve um bom começo, cresceu na segunda metade, terminando com 29 pontos, 11 rebotes e 8 assistências. Rajon Rondo, já na bolha, não participou hoje devido a uma lesão, enquanto J.R. Smith passou zerado em pontos, assistências e rebotes, errando três arremessos e marcando duas faltas.

    No início do jogo, o Lakers via o Blazers com muito mais vigor, contando principalmente com a dupla Damian Lillard e CJ McCollum. Enquanto isso, Davis não ia bem nos lances livres e muito menos nos arremessos de quadra, com baixa efetividade no garrafão. Ao final do primeiro quarto, o trabalho defensivo da equipe melhorou e LeBron, Kyle Kuzma e Danny Green foram responsáveis por diminuir a vantagem dos adversários, que não teve ajuda de Carmelo Anthony, zerado nesse período. Indo para o segundo quarto, o equilíbrio entre os times permaneceu, com Dame, seguindo a lógica, ainda sendo o grande nome dos rivais. Simultaneamente, do lado californiano, persistiram os erros na linha de lance livre, fator preponderante para a desvantagem de 4 pontos ao fim do período, que com ambas as franquias alcançado 29 pontos, foi muito parelho.

    Após o halftime, a agressividade do King James, aliada à "mão quente" da equipe na linha de três pontos, levou o Lakers à liderança, que não acontecia desde o primeiro minuto do jogo. Apesar disso, o terceiro quarto foi o quarto das redenções, já que Carmelo, bastante apagado até então, chamou a responsabilidade e foi a chave para não deixar a liderança do Lakers crescer tanto. A outra metamorfose foi a de Davis, que apareceu mais no jogo e foi dominante no garrafão. Além disso, com a ajuda tanto defensiva quanto ofensiva de Alex Caruso, a equipe conseguiu engrenar e dominar o período, até mesmo nos momentos em que LeBron foi poupado.

    Começando o último quarto com 7 pontos na frente, o time angelino resolveu dar tudo de si e finalizar a partida. James, líder geral de assistências na temporada, serviu Dwight Howard e Davis com pontes aéreas, enquanto os jogadores da franquia de Portland desperdiçavam seus ataques. O Monocelha, que já vinha em ascensão, recebeu bons passes de Caruso enquanto LeBron descansava e emplacou uma considerável sequência de arremessos convertidos à meia distância, coisa que praticamente não tentou na primeira metade do confronto. Mesmo assim, o craque permaneceu mal nos lances livres até o final (acertando 7 em 14 chances). Conforme o jogo se aproximava do seu fim, a defesa do Lakers roubou a cena, contestando bem os arremessos do Trailblazers e dando tocos - destaque para Davis, Green e Howard. Com uma decisiva cesta de três pontos convertida no minuto final por LeBron James, o triunfo era sacramentado. Assim, ao estourar o cronômetro, Lillard em seu limite e anotando 34 pontos com um dedo deslocado viu seu time ser derrotado. Vitória do Lakers por 116 a 108, que aguarda a bola subir na segunda-feira, às 22h, para o quarto duelo da série.

    Screenshot-1

    Screenshot-2

    Screenshot-3

    Screenshot-4

    Fala aí!