Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    31 de Outubro de 2020 por Renato Campos

    John Hollinger, agora um escritor do site The Athletic, mas que anteriormente era um executivo do Memphis Grizzlies, apareceu com uma lista considerável de nove times que podem atrapalhar a tentativa do Lakers em ser novamente campeão da NBA. Afinal, o time do técnico Frank Vogel passou pelos playoffs com um recorde de 16-5 e nunca pareceu estar realmente ameaçado em nenhuma de suas quatro séries na pós-temporada.

    Em sua análise, Hollinger incluiu apenas duas equipes em seu primeiro nível do que ele chamou de rivais "legitimamente ameaçadores" aos planos do Lakers de vencer novamente na próxima temporada. E a julgar pela forma como essas equipes se saíram nos playoffs da última temporada, não fique tão tenso como você já pode estar.

    NBA pode ter temporada de 50 jogos em 2021

    Isso porque os dois times, o Bucks e o Clippers, também foram as principais ameaças aos Lakers no ano passado e ambos fracassaram nos playoffs, eliminados na segunda rodada. Milwaukee foi derrotado pelo Heat, perdendo em cinco jogos - ficando para trás, 3-0, mesmo quando a estrela Giannis Antetokounmpo estava saudável - e o Clippers perdeu depois de uma vantagem de 3-1 na série para o Denver.

    Tão talentosas como cada uma dessas equipes parecia ser durante a temporada regular, suas falhas foram expostas na pós-temporada - enquanto as falhas do Lakers, por outro lado, só ficaram melhor mascaradas pelo poder das estrelas esmagadoras de LeBron James e Anthony Davis.

    Bucks, Clippers ainda terão talento, apesar das falhas

    Agora, tanto Milwaukee quanto o Clippers terão a chance de fazer ajustes nesta offseason. O Clippers já começou a fazê-los, dispensando o treinador Doc Rivers para trazer outro ex-mentor campeão Ty Lue.

    É provável que façam alguns ajustes ao elenco, com Montrezl Harrell provavelmente saindo na agencia livre e oportunidades de troca surgindo entre alguns dos jovens jogadores do time. Eles deveriam se beneficiar mais de uma temporada de Kawhi Leonard e Paul George jogando juntos. Haverá problemas de química para resolver, mas o Clippers acredita estar perto do topo da liga novamente no próximo ano.

    Danny Green: Não devo desculpa a torcida do Lakers

    O Bucks, entretanto, provavelmente tem um pouco de familiaridade a mais e poderia se beneficiar de algumas atualizações importantes nesta offseason. Isso poderia envolver o armador Chris Paul - que foi ligado ao Lakers em diversos rumores - o tipo de veterano que poderia reunir um grupo que parece travar em situações importantes.

    Ainda assim, se o melhor que a liga tem para desafiar o Lakers no próximo ano é oferecer diferentes versões do Bucks e Clippers, essa não é uma situação ruim para o roxo e dourado.

    Warriors, Celtics também têm são ameaças ao Lakers

    Algumas ameaças mais difíceis podem surgir das camadas inferiores que Hollinger identificou. O mais intrigante entre eles pode ser o Warriors, que deve ter um trio totalmente saudável de Stephen Curry, Klay Thompson e Draymond Green de volta no próximo ano.

    Eles também têm o ala Andrew Wiggins, que precisaria (finalmente) dar um grande passo em frente para realmente contar como um real contribuidor. Eles têm a escolha número 2 neste draft e a escolha de Minnesota no próximo ano, além de uma exceção comercial considerável. Se eles jogarem suas oportunidades da maneira certa, o Warriors pode ressurgir como candidatos.

    LeBron James manda mensagem para potencial agente livre do Lakers

    O Celtics também continua a ser uma ameaça, um time carregado de talento, mas sem sorte e saúde nos playoffs. Se eles conseguirem tirar alguém no mercado de agentes livres e continuar a ver o desenvolvimento de Jayson Tatum e Jaylen Brown, eles podem ser a maior ameaça do Leste nos próximos anos.

    Hollinger identificou também, é claro, os campeões do leste, o Heat, como uma equipe de nível 3 em consideração as demais equipes do topo. Havia também quatro times abaixo do Heat que também podem incomodar: Jazz, Mavericks, Nets e Nuggets.

    Fala aí!