Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    03 de Novembro de 2020 por Renato Campos

    LeBron recentemente contou que ficou muito próximo de deixar a bolha da NBA em Orlando. Após o tiroteio de Jacob Blake, o Milwaukee Bucks decidiu boicotar um de seus jogos de playoff, o que levou a todos os jogos serem adiados. As coisas ficaram realmente aquecidas quando o Lakers e o Clippers consideraram desistir da bolha.

    Lakers: Donald Trump volta a atacar LeBron James e NBA

    “Milwaukee iria jogar contra Orlando naquele dia e OKC e Houston seria o jogo seguinte e então o nosso seria o último jogo daquele dia contra o Portland”, disse LeBron em The Shop: Ininterrupted. “Então, quando Milwaukee fez o que eles fizeram, e com razão, entendemos que não havia como nenhum de nós entrar em quadra. Nós somos uma irmandade. Somos uma irmandade em nossa liga e apoiamos o Milwaukee Bucks e o que eles queriam fazer. ”

    Parecia que havia uma chance real de os jogadores decidirem não continuar jogando, mas as coisas mudaram depois que LeBron entrou em contato com o ex-presidente Barack Obama.

    “Mas houve um momento em que queríamos partir também, incluindo o Lakers e eu”, disse ele. “Estávamos prontos para ir embora e tentávamos descobrir se partiríamos ou se ficaríamos, qual é o nosso plano? Qual é a nossa chamada à ação? Tenho a sorte de ter um amigo no 44º presidente que me permitiu e Chris Paul falar ao telefone com ele e obter orientação.”

    Kevin Durant comenta em post sobre rumor de troca por Chris Paul com o Lakers

    Fala aí!