Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    12 de Novembro de 2020 por Renato Campos

    Russell Westbrook quer sair de Houston. Ele poderia acabar no Lakers? Ainda que seja cedo para avaliar o mercado do jogador e imaginar que não será uma tarefa simples para a diretoria de nenhum time articular um cenário ideal, o próprio Rockets pode ter problemas em encontrar uma solução para seu jogador.

    De qualquer forma, Westbrook busca um lugar onde possa garantir um anel no auge dos seus 32 anos.

    Supondo que o Lakers entrasse na briga pelo armador, o que Rob Pelinka tem em mãos que poderia convencer o Rockets para uma negociação?

    E mais importante ainda, o que Westbrook traria de upgrade para o nosso Lakers.

    Vamos avaliar quatro pontos que o armador poderia de imediato ajudar o Lakers caso chegasse em Los Angeles.

    LEIA TAMBÉM: Porque o Lakers não deve negociar com o Spurs por DeMar Derozan

    Cenário de Troca

    Rockets recebe: Danny Green, KCP, JaVale McGee e Quinn Cook

    Lakers recebe: Russell Westbrook

    Este é um cenário comercial potencialmente ideal para ambos os lados.

    O Lakers e o LeBron James precisam especialmente de ajuda.

    Os torcedores não podem esperar que LeBron James tenha outra temporada como ele teve menos de 80 dias após o término de sua temporada.

    O Lakers corre o risco de LeBron se machucar e, para a NBA em geral, isso não é algo que alguém queira ver acontecendo.

    Se LeBron puder obter ajuda na forma de um ex-MVP em Russell Westbrook, então o Lakers deve ir atrás.

    O Lakers teria que enviar várias peças para Houston, mas, realisticamente, a única peça que atualmente é um trunfo para o Lakers é Kentavious Caldwell-Pope e talvez Danny Green.

    KCP recentemente desistiu de sua opção de jogador para a temporada 2020-21, tornando-o um agente livre. Embora isso possa significar um desastre para o Lakers que deseja fazer um negócio de sucesso como este, também pode ser uma bênção disfarçada.

    KCP e seu agente deixaram bem claro que Caldwell-Pope está procurando um aumento de salário. Por que não enviá-lo para o Rockets por meio de um sign and trade que permitiria que o KCP seja pago no processo?

    Esta troca também deve ser considerada música para os ouvidos do Houston Rockets.

    Com Danny Green, JaVale McGee e Quinn Cook todos agentes livres no final da temporada 2020-21, isso permite que Houston deixe de gastar por Westbrook o valor de $ 132.633.438 nas próximas 3 temporadas.

    Para o proprietário de Houston, Tilman Fertita, isso é como um presente de Deus.

    Ele consegue liberar mais de $ 100 milhões em salário e só tem que assumir o contrato da KCP, que no máximo será de $ 14 milhões por ano durante 3 anos, um valor mais do que bom em comparação com o vasto contrato de Westbrook.

    O Lakers consegue suas 3 estrelas com um cronograma de contrato perfeitamente alinhado com LeBron James.

    O Lakers poderia ter Anthony Davis, LeBron James e Russell Westbrook pelos próximos 3 anos competindo por anéis.

    Então, como Russell Westbrook poderia ajudar o Los Angeles Lakers?

    Aqui estão 4 maneiras pelas quais ele seria um trunfo para o roxo e o dourado.

    Lakers: Bradley Beal comenta declaração de Alex Caruso sobre a NBA

    Concluindo pontos no aro

    O Lakers foi excelente em um grande número de coisas na última temporada que os levou a se tornarem os campeões da NBA.

    A defesa do Lakers foi historicamente boa.

    Com LeBron James e Anthony Davis, o Lakers teve os primeiros dois jogadores desde Kobe Bryant e Shaquille O’Neal com uma média de mais de 25PPG durante a temporada regular.

    LeBron James ficou em segundo lugar na votação de MVP. Anthony Davis terminou em segundo lugar na votação DPOY. E LeBron James liderou a liga em assistências.

    Algumas realizações fantásticas foram alcançadas neste último ano.

    Uma coisa em que o Lakers era terrível, na verdade, o pior time da liga era chegar ao aro.

    O Lakers foi teve aproveitamento de 36,6 jogadas concluidas no aro por jogo ao longo da temporada 2019-20. Com uma temporada de tantos altos, essa estatística é um ponto baixo inquestionável.

    Ao término da temporada, você pode apostar que a diretoria, a equipe técnica e os jogadores estarão encontrando maneiras de melhorar.

    Concluir jogadas no aro é definitivamente uma área onde o Lakers precisa melhorar significativamente.

    Acontece que Russell Westbrook lidera toda a NBA justamente com o maior número de conclusões no aro, com mais de 20,8 por jogo.

    Westbrook sozinho no Rockets teve 57% dos seus pontos no aro.

    Adicionar Westbrook à mistura pode transformar o Lakers de um dos piores times de toda a liga no quesito, para um dos melhores.

    Esta é uma característica extremamente importante que o Lakers subutilizou na última temporada.

    Ter jogadores capazes de atacar o aro e ter a defesa colapsada em si mesma é essencial para obter olhares abertos ao redor da linha de 3 pontos.

    LeBron James terminou em 22º lugar na liga em lances até o aro. A habilidade de James de quebrar as defesas e fazer o passe certo para fora do garrafão levou a inúmeras cestas fáceis para companheiros de equipe abertos.

    Adicionar Westbrook adiciona outro jogador que pode fazer exatamente a mesma coisa em uma taxa de elite.

    Kyle Kuzma não jogará no Lakers na próxima temporada

    Playmaker secundário

    LeBron James, pela primeira vez em toda sua carreira, liderou a NBA em assistências.

    Aos 35 anos! Isso é insano!

    LeBron mostrou ao mundo do basquete que é capaz de fazer virtualmente qualquer coisa em que se proponha e que pode ser o melhor do mundo nisso, se assim o desejar.

    Mas não vamos deixar o heroísmo de LeBron enganar você.

    No momento em que LeBron saia de quadra, o Lakers passou de um esquema de ataque excelente para um completamente terrível.

    Quando LeBron saia de cena, o Lakers fica estagnados porque não têm um jogador capaz de fazer os passes certos e comandar o ataque.

    Isso se corrigiu nos playoffs quando "Playoff Rondo" entrou em jogo, elevando o time para o segundo lugar na liga em assistências na pós-temporada, mas durante a temporada regular, o Lakers foi apenas o 10º em assistências por jogo com 25,4.

    Sem as 10.2 assistências de LeBron em um jogo, o Lakers teria sérios problemas para mover a bola.

    Mais uma vez, olhe para seus pontos fortes, olhe para seus pontos fracos, aperfeiçoe seus pontos fortes, melhore seus pontos fracos.

    Embora estar entre os 10 primeiros na liga em assistências seja bom, o Lakers não quer ser bons, quer e precisa ser excelente.

    Muito pode ser dito sobre Russell Westbrook e suas tendências de arremesso e domínio da bola, mas uma coisa que Russell Westbrook pode fazer em um nível de elite é passar a bola.

    Westbrook liderou a liga duas vezes em assistências por jogo em 2017-18 e 2018-19 e esteve entre os 5 primeiros em várias temporadas.

    Você pode dizer o que quiser sobre Westbrook, mas no final do dia, ele é um jogador de elite.

    O que é melhor do que ter um jogador de elite? Ter dois e Russell Westbrook é um deles.

    Durante as primeiras partes da temporada, LeBron James estará descansando. Isso poderia significar um desastre para o Lakers se não tiver um cara que pode tomar as rédeas e fazer o Lakers funcionar enquanto LeBron está de fora.

    Adicionar Russell Westbrook à mistura anula completamente essa preocupação.

    Você adiciona um dos criadores de jogo de elite na liga e pode tê-lo como jogador secundário.

    NBA: Rival do Lakers entra na briga por Chris Paul

    Um imediato terceiro pontuador

    Mais uma vez, o Lakers vai precisar refletir nessa questão neste período de offseason.

    Seria muito fácil para o Lakers pagar aos jogadores que estavam no time na última temporada e simplesmente fazer as coisas voltarem.

    Essa seria a opção fácil. Só porque é a opção fácil, não significa que seja a certa.

    Enquanto o Lakers ganhou o campeonato na última temporada, você não pode ignorar as áreas que certamente precisa melhorar.

    Para o bem ou para o mal, o Lakers foi pobre em pontuar fora de nomes como Anthony Davis e LeBron James.

    No início da temporada, muito se esperava de vários jogadores importantes na elenco do Lakers.

    Esperava-se que Kyle Kuzma fosse o sexto-homem do ano, com uma média de cerca de 20 pontos de média.

    Isso não aconteceu.

    Esperava-se que Danny Green fosse um assassino de 3 pontos do Lakers, que seria um bom impulso de pontuação para o time titular do Lakers.

    Isso não aconteceu.

    Esperava-se que DeMarcus Cousins fosse o pivô do Lakers que entraria e dominaria a área pintada.

    Infelizmente, uma lesão no final da temporada impediu que isso acontecesse.

    Enquanto uma quantidade razoável de jogadores apareceu e colaborou nos playoffs, mais notavelmente KCP, em uma melhor de jogo a jogo, a consistência durante toda a temporada simplesmente não estava lá para um terceiro pontuador.

    Com a temporada começando em dezembro, o Lakers vai precisar de alguém para assumir a carga de pontuação quando LeBron ou Anthony Davis simplesmente estiverem parados porque precisam de descanso.

    Aqui entra Russell Westbrook.

    Agora podemos falar sobre a pontuação de Westbrook.

    Russell Westbrook é sem dúvida um dos jogadores com maior domínio da bola em toda a NBA. Ele adora a bola nas mãos, adora fazer jogadas e adora marcar. As pessoas podem questionar como Westbrook, LeBron e Anthony Davis poderiam trabalhar juntos.

    Na verdade, é bastante simples.

    Enquanto LeBron James, Anthony Davis e Russel Westbrook estão em quadra, Westbrook é um atacante que vai com as bolas até o aro e alguém que vai voar na transição para receber passes para touchdown de LeBron James nos rebotes defensivos. Ele também estará atirando exclusivamente de médio alcance.

    LeBron e AD são os pontos focais do nosso ataque.

    Quando LeBron está sentado, Anthony Davis ainda é o ponto focal do ataque.

    Westbrook se concentrará em fazer um jogo pick and roll eficaz com Anthony Davis, permitindo que Davis obtenha pontos mais fáceis.

    Quando Davis e LeBron ficam no banco, é quando o Lakers cerca Westbrook com um bando de atiradores de 3 pontos e permitem que Westbrook seja Westbrook.

    Se Westbrook pode aceitar seu papel de ser o terceiro cara e pontuar e assumir o controle quando AD e Bron estão de fora, ele pode continuar a pontuar 25 pontos por jogo.

    Esses 25 pontos de média seriam enormes para o Los Angeles Lakers.

    Westbrook foi capaz de atingir a média de 23 pontos por jogo nas últimas 6 temporadas.

    Isso inclui jogar com James Harden nos Rockets, Kevin Durant e Paul George no Thunder.

    Harden e Durant são considerados dois dos pontuadores com maior domínio da bola na história recente da NBA ao lado de Westbrook e ele ainda era capaz de marcar 23 + pontos de média.

    Talvez seu total de pontos seja atingido com o Lakers, mas você ainda pode esperar que Westbrook marque cerca de 20-25 todas as noites.

    NBA: Porque Giannis Antetokounmpo será do Lakers em 2021

    Arremessos de lance livre

    Quando você ouve que o Lakers foi o último a chegar até o aro, você pode entender que eles estão pontuando de maneiras diferentes e isso pode justificar que a estatística seja ruim.

    Mas quando você termina em 28º lugar na NBA na porcentagem de lances livres, essa é uma estatística que dá um arrepio na espinha.

    Arremessos livres. O arremesso mais fácil do basquete e o campeão da NBA foi o antipenúltimo com 72,9% da linha de lances livres.

    Simplesmente inaceitável.

    Esta é uma área que o Lakers definitivamente precisa trabalhar na offseason. Cada membro da equipe de jogo do Lakers deve fazer tudo o que pode para aumentar essa porcentagem e o Lakers, no mínimo, deve esperar estar na média da liga na próxima temporada.

    Westbrook é um atirador profissional com aproveitamento de lance livre em 80%.

    Embora ele não seja Steph Curry ou Steve Nash da linha de lance livre, certamente está na direção certa.

    Se Westbrook conseguir acertar sua média de carreira, a porcentagem de lance livre do Laker aumentaria dramaticamente.

    Com a capacidade de Westbrook de partir pra dentro da cesta, ele atraiu uma quantidade significativa de contato no caminho e ao longo de sua carreira esteve entre os líderes da liga em sofrer uma falta.

    Se Westbrook pode continuar esta tendência de sacar faltas e fazer seus lances livres, então o Lakers está em uma situação fantástica para ter uma temporada de recuperação da linha de lance livre.

    Se Westbrook se juntar ao Lakers e o restante do elenco começar a acertar seus lances livres, é possível que mais uma vez eles possam transformar uma de suas maiores fraquezas em uma força significativa.

    Conclusão

    O Lakers pode olhar para trás em sua temporada e estar extremamente orgulhoso do que conquistou.

    Eles ganharam um campeonato quando poucos pensaram que o fariam.

    Eles se uniram quando Kobe e Gianna Bryant faleceram e estiveram lá um para o outro durante aquele período incrivelmente difícil.

    Eles permaneceram focados e cresceram ainda mais como equipe durante a bolha da NBA, uma das situações mais difíceis na história dos playoffs da NBA e eles foram capazes de ganhar um anel.

    Eles superaram toda a temporada e merecem o campeonato da NBA deste ano.

    Fazer isso novamente no próximo ano é um jogo completamente diferente.

    Com Kevin Durant e Kyrie tirando um ano de folga. Com Curry, Thompson e os Warriors tirando um ano de folga e com jovens times talentosos surgindo por toda a liga, será difícil voltar atrás.

    Com LeBron e Anthony Davis trabalhando duro em todos os playoffs e tendo apenas o mínimo de tempo para descansar, o Lakers está em uma posição nada invejável para estarem prontos para a nova temporada e para vencer novamente.

    As pessoas podem amá-lo ou odiá-lo, mas Russell Westbrook no Lakers dá ao time uma chance significativamente melhor de ganhar outro anel.

    O Lakers tem cinco grandes necessidades para sanar neste período de offseason, tendo revisto o que fez na temporada passada.

    Necessidade de um 3º marcador

    Necessidade de um craque secundário

    Tiro de 3 pontos

    Porcentagem de lance livre

    Conclusão no aro

    Russell Westbrook responde a quatro das cinco maiores necessidades do Laker, em um jogador.

    Pelinka ainda pode trazer jogadores Kyle Korver, Serge Ibaka ou Danilo Gallinari para ajudar com as cestas de 3 pontos e preencher e ainda veteranos perseguindo anéis.

    Westbrook no Lakers ao lado de LeBron James e Anthony Davis estende essa a janela de título e prepara o Lakers perfeitamente para uma corrida de campeonatos até o contrato de LeBron ser concluído.

    Esta é uma chance perfeita para o Lakers vencer nos próximos anos e Russel Westbrook pode ajudá-los a fazer isso.

    NBA: Porque o Lakers deve oferecer um contrato a Goran Dragic

    Fala aí!