Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    09 de Fevereiro de 2021 postado por Renato Campos

    2_erros_da_offseason_que_ja_faz_o_lakers_sofrer_nesta_temporada

    O GM do Lakers Rob Pelinka, fez um excelente trabalho com a equipe. Ele não só foi capaz de criar um time campeão com LeBron James e Anthony Davis, mas ele foi capaz de tornar o time ainda melhor em 2021.

    Raramente vemos um grupo campeão que já é o time mais talentoso do campeonato melhorar. Normalmente, quando isso acontece, é o resultado de uma estrela se juntar aos campeões para ganhar alguns anéis.

    Mas não foi isso que aconteceu em Los Angeles. Em vez disso, Pelinka trouxe vários role players muito talentosos, como Dennis Schroder, Montrezl Harrell, Wesley Matthews e Marc Gasol para substituir aqueles que deixaram a equipe.

    Das novas adições, Gasol foi até agora quem menos correspondeu às expectativas. Ele ainda tem um impacto positivo na extremidade defensiva, mas tem sido ofensivamente sem brilho. Mais importante, ele joga menos de 20 minutos por jogo com o Lakers não tendo um verdadeiro pivô de apoio para seu lugar.

    Marc Gasol é um dos destaque de dois erros que o Lakers cometeu neste período de offseason.

    O Lakers assinou com ele um contrato de US $ 5,2 milhões por dois anos. Embora esperássemos um pouco mais do jogador, ele tem 35 anos e nunca iria colocar fogo na liga.

    Os erros giram em torno de Gasol, provando que Rob Pelinka não é perfeito. E tá tudo bem. Foi uma jogada que até o momento não deu certo.

    Mas se ele tivesse uma segunda chance, provavelmente corrigiria esses dois erros a seguir também.

    1. Ter deixado Dwight Howard ir embora


    A saga de Dwight Howard neste período de offsesason foi extremamente curta, mas ainda é muito interessante avaliar o que aconteceu. Howard tuitou “Vou ficar exatamente onde pertenço. Nação Laker, eu amo todos vocês. Roxo e dourado nunca envelhece. ” Logo depois o jogador excluiu o tweet e foi relatado que ele concordou em um contrato de um ano com o Philadelphia 76ers.

    Howard esclareceu a situação, dizendo que o Lakers nunca realmente ofereceu um contrato a ele. Foi um erro de comunicação, mas estava claro que Howard estava feliz em voltar para Los Angeles se ele tivesse recebido essa oferta.

    Foi uma situação complicada, pois o Lakers ainda teve que trocar JaVale McGee por dois contratos não garantidos para ter espaço e assinar Gasol. No entanto, com uma comunicação melhor, o Lakers poderia ter explicado isso a Howard, o fazia esperar, e dispensaria Alfonzo McKinnie para assinar com ele um contrato mínimo de veterano.

    Howard desempenhou um papel muito bom como um pivô saindo do banco para o Lakers na temporada passada e ele fez coisas que não aperercem no box score. Nas finais da Conferência Oeste, o papel de Howard era frustrar e conter Nikola Jokic e ele fez exatamente isso.

    Howard tem uma média de 5,8 pontos e 7,7 rebotes em 17 minutos por jogo jogando hoje pelo Sixers. Pensar que o jogador poderia estar agora ocupando a vaga de Markieff Morris e ser muito mais produtivo é no mínimo frustrante.

    E para continuar esse papo, ele não era o único pivô que o Lakers poderia ter trazido de volta...

    2. Não trazer de volta DeMarcus Cousins


    O Lakers teve duas chances de trazer de volta um pivô para a profundidade do elenco e eles cometeram mais um vacilo ao ter que se sacrificar para contratar Marc Gasol. Fazia sentido trocar McGee para abrir espaço para ter o espanhol, o que não fazia sentido era deixar DeMarcus Cousins e Dwight Howard irem embora.

    Parecia que todos os sinais apontavam para a recontratação de Cousins pelo Lakers. Apesar de liberá-lo para contratar Markieff Morris na última temporada, o tima ainda permitiu que Cousins usasse as instalações da equipe para continuar sua reabilitação.

    O Lakers teria o veterano Marc Gasol como titular, com Cousins saindo do banco e jogando os mesmos minutos. Ou mesmo o inverso.

    Cousins oferece a mesma presença de espaçamento de quadra que Morris, e ao mesmo tempo adiciona proteção de aro e uma verdadeira presença no garrafão.

    Cousins assinou um contrato de um ano no valor de $ 2,3 milhões com o Rockets e tem sido bastante decente em seu limitado tempo de jogo nesta temporada. Boogie tem uma média de 8,8 pontos, 7,3 rebotes e 0,8 bloqueios em 18,7 minutos . Seu chute de três pontos não está ótimo, mas sua presença defensiva compensa.

    Ambos os erros giram em torno de pivôs que o Lakers aparentemente teve na palma da mão, mas que não soube mantê-los.

    Pelinka é um baita GM e montou um time campeão, mas nessa ele sabe que vacilou.

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter