Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    10 de Junho de 2021 por Renato Campos

    porque_celtics_e_lakers_tem_bons_motivos_para_fazer_uma_troca_envolvendo_kemba_walker

    Enquanto os playoffs avançam a todo vapor para definir o próximo campeão da NBA, a maioria das equipes já estão planejando mudanças e com os rumores de troca dando início a uma offseason que promete ser quente.

    A novidade é que com mudanças de planejamento no Celtics, a diretoria agora liderada pelo ex-tecnico Brad Stevens, pode não ter planos de continuar com o armador Kemba Walker para a próxima temporada.

    Segundo o rumor, noticiado pelo Hoop Central, ambas as partes não teriam interesse em continuar, o que facilitaria uma negociação.

    Com muitas incertezas em Los Angeles, há uma boa chance de que o elenco da próxima temporada não se pareça em nada com o elenco desta última. E segundo o site Fansided, talvez o elenco do Lakers na próxima temporada possa incluir Kemba Walker.

    Embora seja tudo ainda muito cedo, o site listou dois motivos os quais o Lakers poderia buscar adicionar o armador para a próxima temporada da NBA.

    Walker foi um jogador que lidou com muitas lesões no último ano, e deve ser este o maior motivo que o Celtics esteja mostrando desinteresse pelo jogador. Realmente esse ponto deve ser considerado, mas ainda assim, vamos dar uma olhada nessas hipóteses.

    1. O Lakers precisa melhorar, mas tem opções limitadas

    Embora as lesões tenham prejudicado o Lakers nos playoffs, podemos afirmar que se Anthony Davis estivesse completamente saudável teríamos grandes chances de chegar as finais da NBA.

    A janela de título do Lakers agora é pequena, com LeBron próximo de completar 37 anos em dezembro. A franquia inevitavelmente vai precisar montar um elenco ao redor de Anthony Davis muito em breve.

    O problema hoje é que o Lakers não tem muito o que fazer. O time não se encontra em uma posição que tem uma tonelada de ativos interessantes para negociar e a situação do teto salarial limita uma ação muito mirabolante. Com opções limitadas, Walker faria bastante sentido.

    É lógico que até aqui não estamos considerando a temporada de lesões que Walker teve com o Celtics, e sim estamos tratando apenas os pontos positivos. Walker nunca foi em Boston o jogador que foi em Charlotte, mas se ele conseguir se manter próximos aos 80 por cento de seu condicionamento, ao lado de LeBron e Davis ele tem muito mais a colaborar do que com o resto do elenco do Celtics.

    Caso contrário, o Lakers terá pelo menos um armador veterano que pode tirar algumas das funções de criação de jogadas de LeBron James.

    O Lakers pode utilizar o 'Bird Rights' que adquiriram ao negociar por Schroder para incluí-lo em um acordo de sign-and-trade por Kemba. O Celtics inicialmente não é uma equipe que teria interesse em Schroder, mas isso pode mudar tudo.

    Schroder receberia seu pagamento de US$ 20 milhões ou mais, e o Lakers acrescentaria outros ativos para fazer o negócio funcionar. A melhor parte? O Lakers não teria que pagar muito por Schroder, devido à situação em que se encontra o Celtics.

    2. O Celtics tem todos os motivos para oferecer Kemba Walker por um preço baixo

    O principal objetivo do Celtics agora é se livrar do contrato de Kemba Walker. Todo problema por lá, é que com o contrato do jogador, os planos de Brad Stevens podem ficar limitados.

    Walker está sob contrato por mais duas temporadas, contando com sua opção de jogador para a temporada 2022-23. Embora o Celtics possa teoricamente ser paciente, o time também não quer desperdiçar o potencial que têm em Jayson Tatum e Jaylen Brown. Como vemos acontecer com frequência, sem um upgrade no elenco, a dupla pode tentar buscar sucesso em outro lugar.

    Com a saida de Walker, o Celtics teria liberdade para assinar contratos menores para montar um bom elenco e tornar a situação dentro da franquia mais gerenciável.

    A troca

    Lakers recebe: Kemba Walker

    Celtics recebe: Dennis Schroder, Kyle Kuzma e uma escolha futura de segunda rodada.

    Os torcedores do Celtics podem dizer que a sugestão de negócio não é suficiente, mas no momento eles podem não ter muita escolha. O maior valor para o Celtics agora é se livrar do contrato de Walker e receber um armador que realmente possa contribuir com o time, além da opção de Kyle Kuzma que pode ter mais espaço em Boston.

    Schroder simplesmente precisa concordar com um acordo de três anos no valor de US$ 60 milhões com uma opção de jogador no terceiro ano. Isso é mais do que um preço justo depois de seu desempenho na temporada passada. Acrescente o aumento do salário de Kyle Kuzma em 2021 e tudo isso combina.

    Então, por que Boston faria isso? Schroder, com US $ 20 milhões, não é um grande negócio e Kuzma não é o mesmo jovem valioso de dois anos atrás.

    A razão é que eles podem experimentar como funcionam com Schroder, já que dificilmente eles terão no mercado um jogador do calibre do alemão. Kuzma dá profundidade à ala da equipe e tem um bom contrato intermediário para formar par em uma troca no futuro, se necessário.

    O Celtics estaria trazendo um bom armador e um jogador ainda em evolução, além de se livrar de um contrato ruim e o Lakers estaria apostando que Walker pode ser melhor porque não tem muitas outras opções.

    Sem dúvida é uma jogada arriscada para os dois lados, mas com a posição em que ambas equipes se encontram, faz todo sentido.

    Leia a seguir: O real motivo pelo qual LeBron James vai trocar o número de sua camisa

    Fala aí!