Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    19 de Julho de 2021 por Renato Campos

    as_3_maiores_pecas_de_negociacao_do_lakers_na_offseason_da_nba

    A offseason está se aproximando para ter seu início oficialmente no dia 2 de agosto. O Lakers não está na melhor posição quando se trata de ter ativos ou dinheiro suficiente para fazer uma mudança muito significativa em seu elenco. Isso traduz que Rob Pelinka e companhia terão que ser criativos para reforçar o time.

    Mas quais são as fichas comerciais mais valiosas do Lakers?

    Do atual elenco, apenas três jogadores realmente tem valor de mercado significativo para fazer algo acontecer. Alguém como Alfonzo McKinnie deve ser envolvido de alguma forma em um negócio, mas ele não é alguém que vai fazer muita diferença.

    Veja: Porque LeBron James entrou com uma garrafa de tequila no jogo entre Suns e Bucks

    Existem vários fatores a serem considerados quando falamos sobre o valor de uma peça comercial. Vamos dar uma olhada nas três peças que a diretoria deve envolver em negócios criativos nessa offseason.

    3. Dennis Schroder

    Da lista a seguir, talvez Dennis Schroder seja o jogador mais talentoso, mas isso não é o único fator a ser considerado quando se trata de valor comercial.

    O primeiro é o fato de que ele é um agente livre irrestrito. Isso quer dizer que para fazer qualquer movimento com o jogador, ele terá primeiro que concordar com um sign-and-trade, o que pode muito bem acontecer. Schroder está supostamente pedindo US$ 100-120 milhões nesta offseason e a única maneira de ele chegar perto disso é assinar um acordo com o Lakers para ser transferido para outro time.

    No entanto, isso é parte do problema. O Lakers tem que encontrar uma equipe que esteja disposta a assumir o contrato de Schroder, que também não tem os meios para simplesmente assiná-lo.

    Embora Schroder não tenha se encaixado muito bem no Lakers em sua primeira temporada com em Los Angeles, ele ainda tem valor, pois ficou em segundo lugar como Sexto Homem do Ano há apenas uma temporada. Definitivamente, existem equipes que valorizam Schroder e o que ele pode trazer para quadra, a questão é se eles acreditem que ele valha US$ 25-30 milhões por ano.

    De qualquer forma, há de se duvidar que ele vai ganhar tanto.

    2. Kyle Kuzma

    A carreira de Kyle Kuzma com o Lakers tem sido interessante. Kuzma foi muito melhor nos seus primeiros anos do que qualquer um esperava, como uma escolha final de primeira rodada e muitos pensaram que havia potencial para Kuzma ser o atual terceiro pontuador de um time que disputa o título.

    Kuzma deu um passo para trás nas últimas duas temporadas e realmente não deu ao Lakers nada que eles não pudessem substituir por mais barato. Ainda há potencial para Kuzma ser um bom jogador em algum time, mas isso não vai acontecer com o Lakers.

    Qualquer equipe de reconstrução que não esteja em posição de brigar pelo título e tenha um veterano para negociar, pode se interessar em conversar sobre Kuzma.

    Veja também: Lakers já está trabalhando para dar adeus a Kyle Kuzma

    Isso ajudará seu desenvolvimento na liga e uma equipe em reconstrução pode usar Kuzma para fazer parte do futuro ou ainda usá-lo como moeda de troca.

    Independentemente de onde ele vá, todos os sinais parecem apontar para Kuzma indo para outro time nesta offseason. Ele não é tão valioso quanto era há duas temporadas, mas ainda tem valor comercial.

    1. Talen Horton-Tucker

    A moeda de troca mais valiosa do Lakers é Talen Horton-Tucker. No entanto, ainda haveria alguns obstáculos a transpor se o Lakers negociasse THT. O jovem jogador é um agente livre restrito nesta offseason, então ele teria que concordar em assinar e ser trocado, se não receber uma oferta massiva de outro time.

    O Lakers definitivamente não estaria colocando THT no mercado, e em um período de offseason perfeito, Rob Pelinka manteria o jogador em Los Angeles por um salário justo. Mas a offseason nunca é perfeita, e THT certamente não é intocável.

    Há um caminho em que o Lakers tem a chance de fazer um movimento realmente grande, com um contrato de sign-and-trade com Kyle Lowry, que precise incluir o THT no pacote. Talvez alguns torcedores poderiam até fechar a cara com a suposta troca, mas se um time como o Raptors está disposto a oferecer ao THT um contrato que o Lakers não consegue igualar, então faz sentido arrancar algo dele.

    THT é dado como uma possível futura estrela da liga. Como torcedores, temos a tendência de supervalorizar os jogadores de nosso time quando o resto da liga o vê de uma maneira diferente. Apesar do jogador ter realmente muito talento, ainda é difícil acreditar que ele pode ser uma grande estrela.

    Lembre-se que enquanto o Lakers tiver LeBron James em seu elenco, o objetivo do time vai ser vencer agora. Com isso, ninguém deve ser considerado intocável pela diretoria.

    Fala aí!