Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    24 de Setembro de 2021 por Renato Campos

    nba_a_verdade_sobre_alex_caruso_ter_deixado_o_lakers,_por_rob_pelinka

    Já se passaram quase dois meses desde que Alex Caruso se separou do Lakers na agência livre, mas não há como negar que há mais do que alguns torcedores que ainda lamentam a perda do armador favorito de todos.

    O gerente geral do Lakers, Rob Pelinka, recentemente falou sobre a tentativa fracassada do time de recontratar Caruso. Com base em sua declaração, parece que o Lakers realmente fez tudo o que podia para manter Caruso em Hollywood.

    Falando à imprensa em uma coletiva de imprensa recente, Pelinka descreveu o processo pelo qual o Lakers passou na tentativa de renovar o contrato de Caruso, bem como o de Talen Horton-Tucker.

    "Nós fizemos diversas tentativas agressivas para tentar manter Alex Caruso, da mesma forma que fizemos por Talen. E essa é a dificuldade que temos com agentes livres restritos, você pode fazer de tudo, mas o jogador que tem a palavra final. Alex foi incrível por aqui, ele foi um jogador importante no título e sempre seremos gratos. Mas ele tinha escolhas e fez por outro time."

    Pelinka descreveu a busca do Lakers por Caruso como "agressiva". No entanto, ele não deu detalhes sobre o aspecto monetário de suas negociações. Caruso acabou assinando um contrato de US$ 37 milhões com o Chicago Bulls por quatro anos. Claramente, o Lakers não estava disposto a ir tão alto.

    No final das contas, o Lakers renovou com Horton-Tucker em um acordo de três anos no valor de US$ 32 milhões, que é na verdade mais do que Caruso vai ganhar em Chicago por temporada. Com base apenas neste fato, é provavelmente seguro presumir que o Lakers valorizaram mais o que Talen Horton-Tucker é capaz de trazer à mesa, do que Alex Caruso.

    Pelinka confirma que pode anunciar uma nova contratação nos próximos dias

    O Lakers tem hoje 13 jogadores sob contrato, com duas vagas restantes que podem ser ocupadas antes do início da temporada 2021-22 da NBA. A flexibilidade parece ser o maior objetivo para o gerente geral Rob Pelinka e o front office do time, mas a contratação de um 14º jogador parece estar em andamento.

    Na quinta-feira, Pelinka deu uma entrevista coletiva inesperada para a mídia antes do Media Day, que acontecerá na próxima semana, no dia 28 de setembro. Ele respondeu a todos os tipos de perguntas, incluindo o que a equipe pretende fazer com suas vagas abertas.

    “Temos duas vagas abertas, a 14 e 15”, disse Pelinka. “Provavelmente a 15ª vaga será mantida apenas para as implicações fiscais e também considerando que o prazo potencial de compra é geralmente uma ferramenta que muitos candidatos a título usam, então acho que há uma probabilidade. Não é uma certeza absoluta. Estamos sempre fluidos e qualquer coisa pode ser apresentada e então estamos fazendo nossas avaliações finais sobre o que fazer com a 14ª vaga e isso é algo que tomaremos uma decisão antes do training camp de terça-feira, então ainda estamos meio que avaliando enquanto falamos. ”

    Ao longo da offseason, o Lakers foi associado a uma série de jogadores por uma dessas vagas no elenco. Monta Ellis e Tim Frazier foram os últimos jogadores com rumores de ser um alvo em potencial junto com o armador Darren Collison, que esteve ligado ao time em mais de uma ocasião nas últimas temporadas.

    + Lakers é listado como um dos maiores possíveis fracassos da nova temporada da NBA

    + Lakers tem plano definido para Horton-Tucker na nova temporada da NBA

    Considerando o fato de que o elenco do Lakers é mais velho do que o normal e saindo de uma temporada prejudicada por lesões, a diretoria seria sábia em trazer alguém mais jovem neste momento.

    O Lakers será o time mais velho da liga rumo à temporada 2021-22 com uma média de idade de 30.9 anos. O próximo na fila é o Miami Heat com mais de dois anos mais jovem, com 28.8. A média da liga é 26.2.

    Fala aí!