Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    18 de Novembro de 2021 por Renato Campos

    nba_17_motivos_pelos_quais_russell_westbrook_fez_sua_melhor_partida_pelo_lakers

    Com 16 partidas disputadas na temporada da NBA, ainda é cedo para avaliar se a decisão do Lakers foi acertada em apostar em Russell Westbrook para ser sua terceira estrela.

    Westbrook começou a partida desta quarta, com médias de 19.4 pontos, 8.3 assistências e aproveitamento de 42.7 por cento no geral e 29.2 por cento dos três pontos. Russ lidera a liga com 5.3 turnovers por jogo.

    Russ nunca foi um defensor, e isso o torcedor do Lakers já sabia e vem constatando durante os jogos, mas o jogador sempre demonstra muito esforço em colaborar com o time de forma consistente e embora o time tenha sido derrotado pelo Bucks, Westbrook teve um dos seus melhores jogos em seu novo time.

    Em 36 minutos, Russ marcou 19 pontos e seu recorde na temporada com 15 assistências. Sua escolha de arremessos foi bastante interessante e ele por diversas vezes deixou seus companheiros com boas condições para finalização das jogadas. Mais importante do que isso, Russ cometeu apenas três turnovers.

    Mais um exemplo da bom trabalho de Westbrook, foi a atuação do armador do Bucks Jrue Holiday, que marcou apenas 8 pontos e acertou 3 de seus 13 arremessos.

     “Eu acho que Russell Westbrook teve seu melhor jogo como um Laker esta noite. 15 assistências e três turnovers. Claramente, ele está se beneficiando desse espaço, e AD também. … Muitos pontos positivos,” disse o técnico Frank Vogel após a partida.

    A partida não foi o primeiro momento promissor de Westbrook com o Lakers. Ele levou o time a uma vitória na prorrogação contra o San Antonio Spurs em um jogo que mostrou seu valor, especialmente sem LeBron em quadra.

    Ele teve uma atuação de 20 pontos, 8 rebotes e 9 assistências e um plus/minus de +25 na vitória sobre o modesto Houston Rockets. Ele conseguiu triplos-duplos consecutivos em vitórias contra o Charlotte Hornets e Miami Heat. No último, que continua sendo a melhor vitória do Lakers na temporada, ele foi muito bem ao lidar com Kyle Lowry.

    Como Anthony Davis observou após a derrota para o Bucks, é difícil avaliar verdadeiramente o Lakers até que a equipe esteja com força total. Isso certamente se aplica ao ajuste Westbrook-LeBron, que determinará o potencial do Lakers. Na verdade, não podemos avaliar adequadamente a chegada do jogador até vermos como ele se sai na hora dos playoffs.

    Ainda assim, mesmo com uma partida equilibrada, parece que faltou um pouco a Russ e AD no final do jogo contra o Bucks, de tomar o controle do time para buscar a vitória. A dupla mostrou o quanto ainda é dependente de LeBron.

    Felizmente, há uma chance de LeBron retornar na sexta-feira. Mas independentemente da rapidez com que as coisas se encaixam (ou não), Westbrook sempre pode fazer o que fez em vez de Milwaukee: criar para seus companheiros com responsabilidade. Isso é ser um armador de elite.

    Leia também

    Torcedor do Lakers, precisamos conversar sobre Anthony Davis

    Lenda do Lakers compara problemas do time com um vírus

    Arena do Lakers e Clippers muda de nome neste Natal

    Acompanhe o LABR

    LABR no Instagram

    LABR no Twitter

    LABR no Facebook

    Fala aí!