Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    06 de Dezembro de 2021 postado por Renato Campos

    nba_quem_pode_ser_negociado_pelo_lakers_ate_o_fim_do_prazo_de_trocas

    O ano vai chegando ao fim, e o Lakers ainda caminha para melhorar em quadra e adquirir uma química ideal para ainda buscar um título nesta temporada.

    Embora o time possa mudar pouca coisa em seu elenco que faça uma real diferença, isso não significa que seja impossível que a diretoria ainda possa fazer melhorias.

    O site SB Nation fez um guia bem completo do que o Lakers pode lidar com o prazo de trocas da NBA, que termina no dia 10 de fevereiro de 2022.

    Quem é elegível para troca imediatamente?

    Russel Westbrook, LeBron James, Anthony Davis e Austin Reaves podem todos ser negociados hoje, mas isso provavelmente não vai acontecer por uma infinidade de razões.

    Do Big 3 do Lakers, Westbrook seria o mais "dispensável" entre eles. Russ está sob contrato de US$ 44.2 milhões nesta temporada e US$ 47 na próxima. Mesmo com ele evoluindo bastante nos últimos jogos, é difícil imaginar algum time assumindo o contrato do jogador sem receber outra forma significativa de compensação, como escolhas do draft e outros jogadores.

    Negociar LeBron e Davis é algo impensável. A menos que o Lakers receba muito, muito talento compatível em troca, qualquer negociação que gire em torno deles não vai nem começar.

    Reaves está obviamente em uma posição diferente do Big 3, mas seu contrato - dois anos, no valor de US$ 2.48 milhões com um segundo ano não garantido - é tão barato que seria surpreendente vê-lo negociado, a menos que fosse por um jogador de valor igual ou superior.

    Quem será elegível para troca em 14 de dezembro?

    Quase todos os outros jogadores terão suas restrições comerciais suspensas quando 14 de dezembro chegar. O único jogador que não será elegível é Avery Bradley.

    Bradley, ultima aquisição do Lakers, se tornará elegível no dia 17 de dezembro, 60 dias após sua chegada ao time. A maneira mais simples do Lakers negociar Bradley, seria dispensá-lo antes de 7 de janeiro, dia que seu contrato fica totalmente garantido, mas se a diretoria quiser um salário negociável, faria sentido mantê-lo após 17 de dezembro.

    Devemos esperar uma troca?

    A história mostra que Rob Pelinka não é um cara que faz negociação dentro da temporada. Mas se existe um momento que ele pode mudar seu hábito, pode ser agora.

    Mas para isso, infelizmente, qualquer negociação significativa provavelmente teria que incluir Horton-Tucker e seu salário de US$ 9.5 milhões.

    Negociar Horton-Tucker é muito mais fácil agora do que no início da temporada. Depois de começar quente em seus primeiros três jogos, THT agora tem uma média de 10,6 pontos por jogo com um baixo aproveitamento de 38.3% nos seus arremessos e 25.6% nas bolas de três pontos.

    Horton-Tucker mostrou lampejos de brilho em ambas as extremidades da quadra nesta temporada, mas não o suficiente para que ele seja considerado intocável. Se o negócio certo vier, ele deve estar disponível.

    O mesmo pode ser dito de Kendrick Nunn. Embora ele ainda não tenha feito sua estreia com o Lakers, o jogador tem seu valor. Combinados, Horton-Tucker e Nunn resultariam em US$ 18.2 milhões em salários. Adicione um contrato mínimo a esse número e você terá pouco mais de $ 20 milhões.

    E se o Lakers não quiser negociar THT ou Nunn?

    Se a diretoria decidir que não há um jogador pelo qual valha uma negociação, então o time pode negociar contratos mínimos de veterano. Não é sempre que equipes aceitam negócios em que recebem jogadores veteranos de segunda unidade por uma peça de rotação sólida, mas com uma compensação de draft adequada, é tecnicamente possível.

    No momento, não há ninguém no Lakers que pareça que vai ser negociado, mas Kent Bazemore e DeAndre Jordan estão fora da rotação, então é seguro presumir que eles podem virar moeda de troca ainda durante a temporada.

    A única outra maneira do Lakers adquirir um jogador no prazo final é por meio da exceção de US$ 2.69 milhões da negociação de Marc Gasol. Semelhante aos contratos mínimos de veterano, a compensação de draft provavelmente seria necessária para tornar a exceção de troca ligeiramente atraente, uma vez que não pode ser combinada com um jogador. Mesmo assim, o mercado para jogadores que ganham menos de US$ 2,69 milhões não é muito bom.

    Basta dizer que o Lakers têm que passar por vários obstáculos para fazer até mesmo uma pequena atualização de elenco no prazo de negociação, mas há uma maneira de eles chegarem lá e se as coisas não melhorarem daqui a dois meses, Pelinka talvez possa precisar ser agressivo.

    Leia também

    LeBron James cita frustração por momento com o Lakers

    A piada de mau gosto que fez o Lakers desistir de um de seus melhores armadores

    Acompanhe o LABR

    LABR no Instagram

    LABR no Twitter

    LABR no Facebook

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter