Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    04 de Janeiro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_lebron_james_e_carmelo_anthony_saem_em_defesa_de_russell_westbrook

    Você pode estar cansado de ver a quantidade de turnovers de Russell Westbrook em quadra, mas ele ainda tem muito apoio de seus companheiros.

    Após uma atuação de nove turnovers na vitória contra o Wolves no último domingo, Carmelo Anthony e LeBron James fizeram questão de defender Russ após o jogo.

    "Não acho que tenhamos que cobrá-lo sobre o que ele faz na quadra, sobre os turnovers ou qualquer coisa assim, porque ele já se cobra de qualquer maneira", disse Anthony a imprensa. "Estamos aqui apenas para apoiá-lo, deixá-lo descobrir o seu melhor jogo. Estaremos bem ao seu lado."

    Enquanto LeBron foi um pouco mais discreto em seu apoio, destacando como os turnovers prejudicaram a capacidade do Lakers de jogar uma defesa sólida na transição, ele disse que a "presença" de Westbrook ajuda o time mesmo nas noites em que ele não está muito bem.

    O problema de desperdícios de bola não é novidade no jogo de Westbrook. Ele teve uma média de pelo menos 4,3 turnovers por jogo durante oito temporadas consecutivas. Ele não ficou abaixo do terceiro lugar na NBA em volume de turnovers durante esse período e está atrás apenas de James Harden nesta temporada.

    Tal fato é muito mais compreensível se compararmos com o período que Westbrook estava tentando sustentar times instáveis no passado. Jogar com LeBron James não diminuiu o hábito de Westbrook. Seu percentual de turnovers de 20.3 é de longe o mais alto de sua carreira. Quase todas as métricas avançadas classificam esta como a pior temporada da carreira de Russ.

    Questionado, Westbrook permanece tentando justificar seus erros.

    “Meu jogo não é baseado em arremessos ou se eu cometo muitos turnovers. Perdi alguns chutes, isso faz parte do jogo, posso errar alguns deles. Eu posso fazer isso. Como qualquer outro jogador, posso fazer isso. Eu também posso desperdiçar a bola. Eu posso fazer isso, é tudo parte do jogo. Mas quando você assiste a um jogo de basquete e descobre o que causa impacto, como fazer as jogadas certas, boxing out, pegar rebotes, seja o que for, fazer a jogada certa, fazer as leituras certas. Isso tudo também faz parte em ser um jogador de basquete."


    Fique por dentro

    Precisamos conversar sobre Carmelo Anthony

    A primeira grande decisão do Lakers em 2022

    Rajon Rondo reage a sua saída do Lakers para o Cavs

    Acompanhe o LABR

    LABR no Instagram

    LABR no Twitter

    LABR no Facebook

    Fala aí!