Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    21 de Fevereiro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_entenda_a_guerra_fria_entre_lebron_james_e_o_lakers

    O All-Star Weekend foi marcado por várias declarações de LeBron James que indicaram sua insatisfação com a diretoria do Lakers e uma provável saída do time quando seu contrato acabar.

    [adgoogle][/adgoogle]

    LeBron elogiou diretorias de outros times, como por exemplo o trabalho do GM do Thunder em ter um jogador como Josh Giddey em seu elenco.

    “O MVP ali é Sam Presti, ele é o MVP. Quero dizer, Josh Giddey é ótimo, mas Sam Presti, não entendo o olho para talento desse cara. Ele draftou K.D. [Durant], Russ [Westbrook], Jeff Green, Serge Ibaka, Reggie Jackson, Josh Giddey e a lista continua e continua. Esse cara é muito bom.”

    Os comentários de LeBron vêm dias depois que o jogador do Lakers elogiou a mentalidade do general manager dos Rams, Les Snead, trocando escolhas de draft por jogadores veteranos. Tudo isso está acontecendo semanas depois que o general manager do Lakers, Rob Pelinka, optou por não fazer nenhum acordo no prazo de trocas da NBA no dia 10 de fevereiro.

    “Alguns dias depois que LeBron creditou o método 'F*** Them Picks' do GM do Rams Les Snead para construir um time campeão, LeBron usou uma pergunta sobre Josh Giddey para falar sobre como ele está impressionado com o trabalho de Sam Presti em OKC. Dave McMenamin twittou em 19 de fevereiro. “O pano de fundo: Rob Pelinka não fez nenhum movimento no prazo”.

    [fcplayer][/fcplayer]

    LeBron parece estar frustrado com a falta de negociações do Lakers

    A aparente crítica de LeBron ao front office do Lakers está acontecendo com apenas um ano restante em seu contrato. Sam Quinn, da CBS Sports, vê os comentários do jogador como provocando uma “Guerra Fria” entre a Klutch Sports e o Lakers.

    “A Guerra Fria agressiva entre a administração Klutch e o Lakers teve um começo divertido.”

    Se você tem acompanhado, após LeBron elogiar diversos GM's, ele confirmou que consideraria um retorno ao Cavs e que não teria fechado portas para isso. Por último, mas não menos importante, LeBron veio a público com seu compromisso de jogar com seu filho Bronny James, mesmo que isso signifique usar outra camisa da NBA.

    3 trocas que o Lakers pode fazer por LeBron James

    Pelinka insistiu que LeBron e Davis estavam alinhados com a decisão do Lakers de não fazer um acordo no final do prazo de trocas. Dave McMenamin, da ESPN, informou que “não houve aprovação prévia de James e Davis” sobre a falta de negociações, acrescentando que os jogadores do Lakers estavam pressionando por um acordo.

    “Uma fonte familiarizada com a situação disse à ESPN que não havia aprovação prévia de James e Davis aceitando um prazo sem movimentações”, escreveu McMenamin. Foi uma percepção dentro do vestiário do Lakers de que o elenco não estava funcionando e que mudanças seriam necessárias para transformar o time em um candidato a título.”

    LeBron deixou claro que vai jogar onde seu filho estiver

    LeBron pode estar frustrado com a falta de jogadas do Lakers, mas todos os sinais apontam para o jogador desempenhando um grande papel na construção do elenco atual. LeBron fez campanha publicamente para que o Lakers adicionasse Davis, um jogador da Klutch Sports, que infelizmente não consegue se manter saudável.

    A dupla do Lakers também pressionou Pelinka a trocar por Russell Westbrook, saindo de um acordo quase finalizado com o Kings centrado em Buddy Hield.

    LeBron tornou público o que muitos especularam, o jogador está disposto a deixar Los Angeles para jogar com seu filho mais velho, algo que não pode ser uma realidade até 2024, no mínimo. Harrison Faigen, da SB Nation, acredita que é uma questão é saber quando LeBron deixará o Lakers e não se existe apenas uma chance.

    “A única questão agora é quando exatamente LeBron vai sair”, observou Faigen. "Ele vai pedir uma troca? É difícil ver a equipe fazendo uma negociação por ele. Mas se eles não negociarem ele na próxima temporada, ele sairá na outra offseason, quando será um agente livre irrestrito? Ele realmente gostaria de desperdiçar um de seus últimos anos como parte dessa bagunça?

    O Lakers vai considerar negociar LeBron?

    Pelinka não teve pretendentes realistas dispostos a assumir o salário de US$ 47 milhões de Westbrook para a próxima temporada. Agora, LeBron está com reagindo por estar em um elenco do Lakers que tem poucas chances de competir por um título.

    O Lakers pode não querer executar a jogada, mas a equipe será forçada a fazer algumas perguntas difíceis nesta offseason sobre o futuro de sua estrela. Se LeBron não assinar uma extensão, um cenário antes impossível de trocar um dos grandes nomes da NBA não pode ser descartado.

    Fala aí!