Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    01 de Fevereiro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_jerry_west_detona_o_lakers_e_ele_tem_um_grande_motivo

    O Hall da Fama do Basquete, Jerry West, revelou recentemente um conflito bizarro entre ele e a administração do Lakers, observando a maneira pela qual a franquia retirou seu direito a ingressos vitalícios durante a temporada passada. 

    “Foi uma mensagem de texto fria para minha esposa”, disse West a Sam Amick, do The Athletic. “Ninguém teve coragem de me ligar, mas é assim que eles são mesquinhos, ok? E eu amo o Lakers, ok? Adoro vê o time bem. É ótimo para o basquete. Tenho orgulho de tudo o que aconteceu quando estive lá. Tenho orgulho de tudo o que aconteceu quando eu não estava lá – os aspectos positivos.

    “Mas às vezes você se sente descartado, como um pedaço de lixo. E tem algumas pessoas ali - não Jeanie - mas tem algumas pessoas ali que, uh... eu não entendo. Eu sempre tive um ótimo relacionamento com Jeanie - pelo menos eu achava que tinha. Não sei onde estamos agora.”

    West disse que os ingressos dos jogos para ele e sua esposa Karen foram prometidos pelo falecido proprietário do Lakers, Dr. Jerry Buss, e a equipe não deu uma razão para desistir de seu compromisso.

    A relação entre West e o Lakers azedou nos últimos anos, principalmente desde que ele se juntou ao Clippers como membro do conselho executivo. West inicialmente expressou o desejo de terminar sua carreira como executivo no Lakers, mas a equipe se recusou a trazê-lo de volta, levando-o a se juntar ao rival.

    O problema só cresceu desde então, com o áudio de West chamando os Lakers de "s--t show" durante seu recrutamento em 2019 de Kawhi Leonard e Jeanie Buss deixando West fora de sua lista dos Lakers mais influentes da história. West chamou atenção de Jeanie deixando-o de fora em favor de Kareem Abdul-Jabbar, Kobe Bryant, Magic Johnson, LeBron James e Phil Jackson "uma das coisas mais ofensivas que já ouvi na minha vida".

    West passou toda a sua carreira de 14 anos jogando na NBA com a franquia antes de retornar mais tarde como executivo, ganhando sete anéis no total (seis como executivo, um como jogador). O Lakers ergueu uma estátua de West fora da agora Crypto Arena em 2011, tornando-o um dos cinco Lakers com uma estátua.

    Do jeito que está agora, West diz que seu relacionamento com a franquia que ele chamou de lar durante a maior parte de sua vida é irrecuperável e parte dele gostaria de ter jogado em uma organização que "teria pelo menos apreciado o quanto você fez por ela, o quanto você se importa .'”

    “Não estou pedindo desculpas de ninguém – ninguém – nunca”, disse West. "Eu apenas disse a mim mesmo: 'Quão mesquinho isso pode ser?'"

    Fique por dentro

    Resultado de exame em LeBron James preocupa o Lakers

    Analista sugere troca entre Lakers e Knicks envolvendo Westbrook

    Esses são os titulares do All-Star Game 2022

    Acompanhe o LABR

    LABR no Youtube

    LABR no Instagram

    LABR no Twitter

    LABR no Facebook

    Fala aí!