Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    21 de Março de 2022 postado por Renato Campos

    nba_malik_monk_revela_clima_pesado_nos_bastidores_do_lakers_com_jovens_do_elenco

    Um report recente do jornalista Dave McMenamin da ESPN, mostra que o clima nos bastidores não parece nada agradável para os jovens do Lakers nesta temporada.

    McMenamin escreveu um artigo essa semana, mostrando sua visão sobre a temporada de Malik Monk. Como parte do artigo, Dave fez uma entrevista com o jogador, que comentou sobre seu relacionamento próximo ao calouro Austin Reaves e fez alguns comentários sobre a dinâmica do time.

    "Está tudo uma m... Muitos altos e baixos. Calouro sendo colocado na parede. Veteranos colocando culpa em calouro por tudo. Tudo é culpa dos mais jovens porque eles sabem de tudo e você não, e quando você erra, você tem que aceitar. Você tem que lidar com coisas assim. Falo com Austin quase todos os dias."

    Por mais que você seja produtivo, quando se é jovem em uma liga como a NBA, você vai ser cobrado. Reaves e Monk talvez sejam o que aconteceu de melhor ao time nesta temporada. 

     

    Há sem dúvidas muitas razões pelas quais o Lakers tem uma campanha de 30-41 na temporada no momento, mas colocar a culpa nos jovens da equipe é apenas colocar pra fora as frustrações de veteranos que um dia fizeram muito sucesso na NBA.

    Acusar jovens jogadores como Reaves pelo fracasso da temporada, não é algo que deveria acontecer.

    Monk seria prioridade da diretoria na offseason

     

    O Lakers fez vários movimentos na offseason que não funcionaram da forma que todos esperavam, porém, a adição de Malik Monk foi um ponto pra lá de positivo. Agora a missão da diretoria é buscar uma forma de manter o jogador na próxima temporada.

    Monk chegou ao Lakers recebendo um salário mínimo e tem colaborado com 12,9 pontos de média, o recorde de sua carreira de cinco temporadas.

    A possibilidade do Lakers dar um aumento para Monk será limitada. Mas Rob Pelinka disse que essa é uma das prioridades do time na offseason.

    "A parceria foi uma vitória de ambos os lados. Tanto para o Lakers, em termos de produtividade, e o que ele tem mostrado que pode fazer em grandes momentos em grandes jogos. Ele é um cara que vemos como parte de nosso futuro."

    Segundo o jornalista Dave McMenamin da ESPN, quando Monk chegou a agência livre no ano passado, apenas três times mostraram interesse no jogador: Lakers, Knicks e Mavericks. E pelo que parece, nenhuma dessas equipes estava disposta a pagar mais do que o salário mínimo da liga.

     

    Dada a temporada que Monk fez pelo Lakers, a procura por seus talentos vai ser maior nesta offseason.

    Depois de quatro temporadas em Charlotte, Monk está jogando melhor do que nunca com o Lakers e é grato que a organização esteja disposta a dar uma chance a ele.

    “Eles depositaram muita confiança em mim. E eu me sinto confortável para entrar em quadra e colaborar.”

    O salário mais alto que o Lakers vai poder oferecer a Monk na offseason provavelmente será de US$ 6,34 milhões. É muito provável que ele consiga ganhar mais em outro time. Porém, seu empresário e irmão Marcus Monk, disse que um retorno ao Lakers é possível

    “Somos pessoas muito leais”, disse Marcus. “O Lakers estava ligando para ele sem parar quando a agência livre foi aberta. Então não nos esquecemos disso. Por outro lado, é um negócio. … Mas eu adoraria vê-lo novamente em um uniforme do Lakers.”

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter