Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    10 de Março de 2022 postado por Renato Campos

    nba_stephen_curry_sai_em_defesa_de_russell_westbrook

    [nobeta][/nobeta]

    Westbrook tem feito parte das manchetes da NBA na última semana, após ele e sua esposa fazerem um apelo para que respeitassem mais o nome da família.

    Após Magic Johnson declarar apoio ao armador do Lakers, Stephen Curry também resolveu apoiar o colega.

    “Eu disse a ele quando jogamos contra eles em Los Angeles alguns dias atrás que eu respeito como ele lidou com o ano inteiro apenas em termos de tudo o que ele está dizendo e como ele está se comportando e protegendo sua família. É a natureza da fera. E em uma certa perspectiva, eles criam você para derrubá-lo. Os verdadeiros que fizeram coisas incríveis nesta liga sabem o que isso significa. Ele é um profissional e estou orgulhoso da maneira como ele está se comportando e estou lá por ele.”

    Após o time do Lakers ter sido montado para uma disputa de título, o time não correspondeu as expectativas e luta para uma vaga no play-in da NBA. Com 17 jogos restantes, o time precisa de vitórias.

    Apesar da falta de ajuste de Westbrook, ninguém pode negar que ele se entrega em quadra.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Russell Westbrook faz apelo comovente por seus filhos após partida do Lakers

    Após a derrota do Lakers para o Spurs nesta segunda, em entrevista coletiva após a partida, Russell Westbrook fez um apelo até certo ponto comovente.

    Na última semana, sua esposa Nina Earl, fez postagens em suas redes falando sobre o assédio dirigido a sua família, acrescentando que as pessoas estariam indo longe demais. Russ, inclusive disse que não levava mais seus filhos aos jogos, por conta do que eles poderiam vivenciar dentro da arena.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Nina Earl chegou a mencionar ameaças de morte por conta do baixo rendimento de Russ.

    Tudo tem um limite.

    “Eu apoio 100% minha esposa e como ela está se sentindo porque – não é apenas sobre este ano – agora, ela chegou a um ponto, e minha família chegou a um ponto em que está realmente pesando sobre eles”, disse ele. “E é muito lamentável, apenas para mim pessoalmente, porque este é apenas um jogo. Este é apenas um jogo. Isso não é tudo. E quando se trata de basquete, não me importo com as críticas de errar e fazer arremessos, mas no momento em que meu nome está sendo ridicularizado, isso se torna um problema.”


    [adgoogle][/adgoogle]

    Russ disse que percebeu que o ódio dos torcedores estava indo longe demais, quando ele estava na escola do seu filho e um professor informou o orgulho com que o menino tem do seu nome Westbrook, e como isso poderia impactar a vida da criança.

    "Fiquei em estado de choque... Não posso permitir que ridicularizem meu nome."

    “Eu meio que deixei passar no passado porque nunca me incomodou. Mas, isso realmente me chateou outro dia. Honestamente, eu e minha esposa estávamos em uma conferência de pais e professores da escola do meu filho. E a professora me disse: 'Noah, ele está tão orgulhoso de seu nome. Ele escreve em todos os lugares. Ele escreve em tudo. Ele conta para todo mundo, ele anda por aí e diz 'Eu sou Westbrook, Westbrook!'. E eu meio que fiquei lá em estado de choque, e me ocorreu tipo, ‘Droga, eu não posso mais permitir que as pessoas – por exemplo, ‘Westbrick’, agora é vergonhoso. Está envergonhando meu nome, meu legado para meus filhos. É um nome que significa mais não apenas para mim, mas para minha esposa, minha mãe, meu pai, aqueles que meio que abriram o caminho para mim. E isso é apenas um exemplo. Isso meio que atingiu a mim e minha esposa. Eu acho que muitas vezes deixei passar, mas agora é hora de parar com isso e colocá-lo em alerta. Tipo, há uma diferença. E precisamos ter certeza de que é entendido. E toda vez que eu ouvir isso agora, vou me certificar de abordar isso e ter certeza de cortar isso pela raiz. ”

    [adgoogle][/adgoogle]

    Westbrook é de Los Angeles, mas sua temporada em casa tem sido muito abaixo do esperado. Mas nada realmente justifica ódio gratuito de ninguém, ainda mais quando se envolve crianças.

    Sem LeBron com dores no joelho, e já sem contar com Anthony Davis, Russ marcou 17 pontos, pegou 10 rebotes e deu seis assistências em mais uma derrota do time.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Fonte: Bleacher Report

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter
    logo labr