Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    14 de Abril de 2022 postado por Renato Campos

    nba_troca_de_russell_westbrook_para_o_hornets_ganha_forca

    [adgoogle][/adgoogle]

    Embora a offseason do Lakers tenha começado essa semana, rumores começam a ganhar força em relação ao mercado de Russell Westbrook.

    O melhor caminho para o Lakers, se a diretoria conseguir negociar o armador, é abrir espaço na sua folha salarial para montar um time mais competitivo na próxima temporada. Com um contrato de um ano, uma negociação por Westbrook se tornou mais fácil agora do que quando o prazo de trocas ainda estava vigente. E um time que surge como um grande pretendente, é o Charlotte Hornets.

    [nobeta1][/nobeta1]

    O jornalista Jake Fischer do Bleacher Report, escreveu na última quarta-feira sobre um acordo que parece estar ganhando força na liga.

    "A ideia de liberar o salário de US$ 30 milhões de Hayward e contratos adicionais - como Kelly Oubre ou Mason Plumlee e um terceiro contrato menor - para Los Angeles pelo contrato expirando de Russell Westbrook, tomou conta das conversas entre executivos da liga. Westbrook vai receber US$ 47 milhões em 2022-23 se escolher sua opção de jogador, o que criaria uma flexibilidade financeira significativa para o Hornets em 2023. Mas a ideia do Lakers adicionar outro jogador caro com extenso histórico de lesões pode ser demais para o time. "

    Como Fischer descreveu, Hayward é um jogador propenso a lesões. E embora ele traga para a quadra um cenário muito melhor que Westbrook para o Lakers, ainda é muito arriscado apostar alto pelo jogador. Porém, Fischer também relatou que dificilmente Westbrook vai vestir a camisa do Lakers novamente.

    [adgoogle][/adgoogle]

    "Qualquer pessoa com quem conversei dentro e próximo ao Lakers disse que não há como esse cara voltar no próximo ano."

    Para piorar a situação do Lakers neste cenário, a tal primeira troca do draft de 2027 muito provavelmente teria que ser envolvida nesse negócio, algo que a diretoria não está muito feliz em ter que fazer.

    "O Lakers não está animado para incluir suas escolhas de primeira rodada de 2027 e 2029 em negociações", disse Eric Pincus.

    Embora o Lakers possa realmente não estar animado para adicionar suas escolhas, talvez a diretoria não tenha outras opções.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Russell Westbrook perdeu a cabeça com assistente do Lakers

    Shams Charania, do The Athletic, informou esta semana que Russell Westbrook teve um episódio onde os nervos se alteraram no início da temporada com o assistente técnico do Lakers, David Fizdale. Charania diz que Fizdale chamou atenção de Russ por sua má seleção de arremessos durante uma sessão de filme com a equipe, o que resultou em uma discussão acalorada entre os dois.

    A primeira temporada de Westbrook como um Laker foi um enorme fracasso para dizer o mínimo. Seu estilo de jogo foi um pesadelo ao lado de LeBron James e Anthony Davis.

    [nobeta2][/nobeta2]

    O resultado foi Westbrook ter terminado seu primeiro ano em Los Angeles com sua menor média de assistências por jogo desde que ele esteve com o Houston Rockets e seu menor número de pontos por jogo desde que ele ainda era companheiro de equipe de Kevin Durant e James Harden em Oklahoma City.

    Momentos acalorados para jogadores e treinadores a portas fechadas são provavelmente bastante comuns, especialmente em meio à turbulência de uma temporada de 82 jogos. Mas a chamada de atenção de Fizdale é indicativa de um problema maior com Westbrook. O nove vezes All-Star nunca teve respeito por Frank Vogel e falou um pouco sobre isso em sua entrevista de despedida da temporada.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Draymond Green sai em defesa de Frank Vogel

    O Lakers anunciou a demissão do técnico Frank Vogel nesta segunda, porém apesar do movimento ser bastante óbvio, a noticia vazou logo após a partida contra o Nuggets no domingo.

    Vogel foi surpreendido durante sua entrevista pós-jogo, depois que um repórter o questionou sobre seu futuro no time. Momentos depois, o insider Adrian Wojnarowski da ESPN, tuitou que o treinador seria demitido em breve.

    Vogel não sabia de nada oficial até aquele momento.

    A forma com que o Lakers conduziu a situação não agradou a muitos nos bastidores da liga. Abertamente, o jogador do Warriors, Draymond Green, saiu em defesa de Vogel durante o seu podcast:

    [nobeta3][/nobeta3]

    “Essa é uma daquelas coisas, como jogador ou treinador, você se encolhe porque seu maior medo e preocupação é ser aquele cara nessa situação que está recebendo toda essa culpa”.

    Ele também mencionou quando o Lakers decidiu vazar a história para Woj.

    "Como jogador ou como treinador, você vê isso, e é um pouco assustador, porque você se coloca naquele lugar e pensa, eu seria tratado assim? Não é apenas o Los Angeles Lakers, acho que acontece em todo esporte."

    O ex-companheiro de equipe de Green, DeMarcus Cousins, foi um pouco mais direto em sua reação ao deixar o vestiário do Nuggets na noite de domingo.

    [adgoogle][/adgoogle]

    “O homem nem chegou à p**** do voo! A NBA está ficando brutal.”

    Embora o Lakers realmente precise de uma renovação em seu comando, a forma como a noticia chegou a Vogel, não foi da melhor forma.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Fala aí!