Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    16 de Abril de 2022 postado por Renato Campos

    nba_vogel_revela_quando_percebeu_que_westbrook_nao_funcionaria_no_lakers

    [adgoogle][/adgoogle]

    O tempo de Frank Vogel no Lakers terminou na última segunda, um dia após o time disputar sua partida final na temporada regular da NBA.

    Após uma temporada inteira lidando com lesões e tentando fazer com que as coisas funcionassem com Russell Westbrook, o treinador se abriu em relação ao que realmente acontecia nos bastidores.

    De acordo com o repórter Bill Oram do The Athletic, durante uma aparição no podcast "Locked on Lakers", Vogel revelou que percebeu que as coisas não funcionariam, antes mesmo da temporada começar.

    [adgoogle][/adgoogle]

    “Se você voltar para a matéria que escrevi há uma semana, que tive uma entrevista exclusiva com Frank Vogel. Lembro-me de como lhe fiz esta pergunta. Eu disse: 'Quando foi que isso não seria tão fácil quanto você pensava? Qual foi que o primeiro dominó caiu para que desse tudo errado?” E ele voltou para a pré-temporada e disse que quando Russ e AD jogaram juntos, antes de LeBron entrar em quadra, nada parecia bom.

    “Isso foi antes do Lakers perder um único jogo na temporada regular. Muito revelador, muito contundente e acho que resume as más decisões do Lakers na offseason.”

    [adgoogle][/adgoogle]

    Havia, de fato, dúvidas de que Russell Westbrook funcionaria no momento em que a negociação foi concluída. Mas para o próprio treinador do Lakers, Frank Vogel, testemunhar e decidir que não era plausível desde o início, é certamente um nível diferente de ceticismo.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Phil Jackson tem chances de voltar a treinar o Lakers?

    Na busca por um novo treinador, após demissão do técnico Frank Vogel, o GM do Lakers, Rob Pelinka, disse que o processo será longo e muito aprofundado.

    Uma lista de nomes surgiu com possíveis candidatos, com alguns deles recusando a oferta publicamente como os técnicos Doc Rivers, atualmente no Sixers e Quin Snyder, no Jazz.

    Porém, Lamar Odom tratou de adicionar um velho conhecido à lista e alertou que é ele, o cara que pode tirar o Lakers do buraco.

    "Phil Jackson, eu sei que ele pode treinar LeBron com o triangulo ofensivo. Acho que isso manteria LeBron em quadra por mais tempo. Iria preservá-lo um pouco mais. Eu adoraria que Phil Jackson fosse técnico do Lakers novamente."

    [adgoogle][/adgoogle]

    Odom foi ainda mais longe, dizendo que com o retorno de Phil, o Lakers seria favorito mais uma vez.

    Porém, Jackson não treina um time desde a temporada 2010-11, mas em março, os jornalistas Sam Amick e Bill Oram do The Athletic, relataram que ele manteve um papel não oficial dentro da organização Lakers.

    Phil Jackson é sem dúvida um dos maiores treinadores da história da NBA, ganhando 11 campeonatos com o Bulls e o Lakers. Porém, sua ausência pode pesar em como ele voltaria a treinar um time com uma liga que mudou o seu jogo drasticamente desde então.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Durante seu mandato como presidente do Knicks, as coisas não andaram muito bem. Suas ideias não se alinharam com os jogadores e a missão não deu muito certo.

    Embora seus títulos no Lakers sejam uma baita recordação para nós torcedores, dificilmente veremos o Mestre Zen de volta a uma quadra.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Doc Rivers fala pela primeira vez sobre rumores com o Lakers

    [adgoogle][/adgoogle]

    Com a demissão do técnico Frank Vogel no início da semana, a busca por um novo treinador começou para o Lakers.

    Há uma lista de nomes que já foram ligados ao Lakers e um deles é o atual técnico do Sixers, Doc Rivers.

    Rivers abordou o assunto e se ele estaria disposto em retornar a Los Angeles, onde treinou o Clippers por sete temporadas.

    O treinador do Sixers, também deu sua opinião sobre a demissão de Frank Vogel.

    [nobeta1][/nobeta1]

    “Acho que a coisa de Frank Vogel foi tão injusta”, disse Rivers. “Nós trabalhamos como vocês (a mídia) trabalham. Como você gostaria que seu trabalho fosse mencionado todos os dias, mesmo que seja alguém querendo ter você? Não está certo. Eu odeio isso. Não há nada que eu possa fazer sobre isso, mas a gente conversa muito aqui e todo mundo está feliz."

    Rivers deixou claro que agora seu foco está no Sixers, que terminou com a quarta colocação na Conferência Leste e começará os playoffs da NBA de 2022 contra o Toronto Raptors.

    “Eu vim aqui por uma razão e como eu disse quando aceitei o trabalho, você vai gostar de algumas das coisas que eu faço, e outras que não vai gostar, e do ponto de vista de coaching, você não pode se importar sobre isso, mas estou empenhado em vencer”, explicou. “Desde quando cheguei aqui até agora, queremos vencer, e esse é o meu foco.”

    [nobeta2][/nobeta2]

    No final, Rivers também negou que estaria aberto a treinar o Lakers.

    “Não, não sou candidato”, finalizou. “Tenho um emprego e estou muito feliz com o meu trabalho.”

    [nobeta3][/nobeta3]

    Confira a lista de candidatos a técnico do Lakers

    Frank Vogel já está no passado do Lakers após o time demiti-lo na última segunda feira.

    No que chamou de uma busca longa e profunda, Rob Pelinka e a diretoria começam a missão de encontrar um próximo comandante para o time. Porém, o GM do Lakers disse que seria interessante ter um nome antes do draft da NBA que acontece no próximo dia 23 de junho.

    Com isso, vamos listar abaixo os nomes que foram relacionados com o time durante essa semana e que podem, pelo menos, entrar no radar do Lakers nos próximos meses.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Quin Snyder (Jazz)

    Nick Nurse (Raptors)

    Doc Rivers (76ers)

    Juwan Howard (Universidade de Michigan)

    Steve Clifford (ex-técnico do Magic)

    Terry Stotts (ex-técnico do Blazers)

    Mark Jackson (ex-treinador Warriors)

    Darvin Ham (assistente do Bucks)

    Conforme nomes forem sendo ligados ao Lakers, atualizaremos a lista.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Fala aí!