Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    24 de Junho de 2022 postado por Renato Campos

    draft_nba_o_que_o_lakers_pode_esperar_do_filho_de_shaquille_o_neal

    [adgoogle][/adgoogle]

    Após a escolha de Max Christie pelo Lakers no Draft da NBA, o time anunciou que havia contratado também Shareef O'Neal, filho de Shaq, e Scotty Pippen Jr, filho do ex-jogador do Bulls Scottie Pippen.

    O'Neal nasceu durante a temporada 1999-2000, a que seu pai ganhou seu primeiro de três campeonatos consecutivos da NBA com Kobe Bryant. Ele só começou a mostrar qualquer compromisso real com o basquete no ensino médio, em parte porque estava recebendo críticas.

    [adgoogle][/adgoogle]

    “Quando eu era mais jovem, não era tão bom”, disse Shareef. “Eu realmente não queria praticar o esporte. Eu costumava andar de skate e fazer todo tipo de coisa que as crianças fazem. E então eu joguei um dia em um grande jogo da AAU no ensino médio e as pessoas ficaram tipo, ‘Ah, esse é o filho de Shaq. Ele é um fracasso.' ...

    “Essa foi a primeira vez que eu realmente ouvi isso e pensei: Tudo bem, estou largando tudo. Eu quero provar que todos estão errados.”

    [mediabr][/mediabr]

    O'Neal jogou seus dois primeiros anos do ensino médio na Windward School. Durante esse tempo, ele recebeu ofertas de várias faculdades de basquete proeminentes, incluindo a Universidade da Califórnia, Los Angeles e a Universidade do Sul da Califórnia.

    Ele então se transferiu para a Crossroads School, em Santa Monica, para suas temporadas júnior e sênior, quando começou a mostrar um pouco do seu jogo. Ele foi um dos jogadores mais bem classificados da turma do ensino médio de 2018 e acabou se comprometendo com a UCLA e assinando com ela em agosto.

    O'Neal passou dois anos em Westwood, após se transferiu para LSU, onde seu pai jogou na faculdade.

    [adgreen][/adgreen]

    Problemas de saúde escondem potencial de O'Neal

    À primeira vista, as estatísticas universitárias do jovem O'Neal parecem extremamente simples e dificilmente sugerem qualquer potencial profissional: 2,6 pontos em 40,5% de arremessos e 3,0 rebotes em 11,0 minutos por jogo. No entanto, é preciso olhar para essas estatísticas no contexto.

    O que alguns pensavam que seria uma carreira universitária produtiva e promissora para O'Neal quase foi prejudicada por problemas de saúde.

    Logo depois de começar com os Bruins, ele foi diagnosticado com um problema de artéria coronária anômala direita, e ele ficou de fora de sua temporada de calouro, pois teve que se submeter a uma cirurgia cardíaca.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Durante o resto de sua carreira universitária, ele lidou com problemas de pé e tornozelo.

    Quando o O'Neal mais jovem decidiu entrar no draft da NBA, o O'Neal mais velho teve um problema com a decisão.

    "Nós meio que batemos de cabeça sobre esse processo", disse O'Neal em uma entrevista coletiva essa semana após treino com o Lakers. “Ele queria que eu ficasse na escola. Eu queria mais que isso. Ele sabe que estou trabalhando com equipes. Mas não vou mentir, não falamos sobre isso."

    Durante sua carreira no ensino médio, o jovem O'Neal tinha a reputação de ser um swingman promissor que podia controlar a bola, acertar arremessos de perímetro e defender de forma eficaz.

    Mas ele não jogou muito na faculdade, mesmo quando estava saudável, o que talvez tenha prejudicado seu desenvolvimento.

    Agora com o Lakers, veremos como o jogador vai se sair na Summer League que começa no próximo dia 2 de julho.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Fala aí!