Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    29 de Junho de 2022 postado por Renato Campos

    lebron_james_precisa_vencer_lesoes_para_superar_estrangeiros_na_proxima_temporada_da_nba

    As duas últimas temporadas de LeBron James na NBA foram marcadas pelas lesões, e também pelas ausências do Los Angeles Lakers nos playoffs. Entretanto, o objetivo para 2023 é deixar para trás esses problemas e voltar a sonhar com vitórias e títulos.

    O desafio é grande, pois o ala está com 37 anos e enfrenta vários estrangeiros em alta na liga norte-americana. Isso não significa que a missão é impossível, mas apenas que um dos melhores jogadores de todos os tempos vai precisar de uma equipe consistente em quadra.

    Apesar de ter jogado 56 partidas na temporada passada, 12 a mais que em 2020/21, LeBron James novamente perdeu muitos minutos com as lesões. Outro aspecto importante, que nem sempre os números mostram, foi a falta de ritmo de jogo para conseguir render 100%.

    Tudo isso prejudicou, e o atleta teve um aproveitamento abaixo de outras temporadas. O número de pontos por partida não foi ruim, cerca de 30, mas não o suficiente para levar os Lakers mais longe.

    Enquanto isso, o sérvio Nikola Jokic e o grego Giannis Antetokounmpo mostraram a força dos jogadores estrangeiros em quadra. Eles podem não ter conquistado o título da temporada passada, que ficou com o Golden State Warriors, mas mostraram que o momento atual é da Europa na NBA.

    Um sinal de que o reinado de LeBron precisa ser recuperado, justamente para mostrar a força que o basquete norte-americano ainda tem na própria casa.

    Isso pode acontecer, mas é preciso mudanças importantes, e não apenas no aspecto físico, mas principalmente no lado mental.

    O jornalista Joe Vardon explicou isso em conversa com a equipe da Betway, site de apostas esportivas online. “Toda essa atual geração de estrelas estrangeiras parece jogar com muito empenho nos dois lados da quadra e não parece interessada em atrapalhar a química dos seus times nos vestiários”, afirma o repórter do site The Athletic.

    Esse é um recado que serve para os jogadores dos Lakers, que viveram momentos conturbados nos últimos anos.

    Mais rivais para 2023

    A próxima temporada da NBA deve trazer novos jogadores em destaque, inclusive alguns estrangeiros. Enquanto Jokic e Giannis venceram os últimos quatro MVPs, a promessa é que nomes como Joel Embiid e Bennedict Mathurin possam roubar a cena.

    Seriam novamente jogadores de fora dos Estados Unidos buscando espaço. LeBron James precisa correr atrás disso, e tentar algum destaque. O ala Kevin Durant e até mesmo Stephen Curry também devem entrar nessa corrida.

    Uma rivalidade saudável, principalmente com a NBA ficando cada vez mais global. Todas as campanhas criadas nos últimos anos abriram a porta para os estrangeiros, e agora está acontecendo um impacto mais direto e real.

    A ideia de que apenas os norte-americanos conseguem se destacar na NBA não existe mais, e os europeus mostraram isso nas últimas quatro temporadas. Um domínio que nunca havia acontecido antes na liga dos Estados Unidos.

    Isso não quer dizer que outros estrangeiros não fizeram história, como lembra a reportagem do blog Betway Insider. Hakeem Olajuwon, Vlade Divac, Drazen Petrovic e Sarunas Marciulionis foram alguns dos nomes citados.

    É claro que não podemos esquecer também do chinês Yao Ming, que fez história com a camisa do Houston Rockets, mesmo sem conquistar um título na NBA.

    Um LeBron diferente

    A maior aposta dos Lakers para o título em 2023 é ver um LeBron James diferente, inclusive 100% recuperado das lesões. Isso pode trazer um tempero extra para as quadras, mesmo que já tenha quase 38 anos.

    Seria uma forma de acabar com o domínio dos estrangeiros na NBA. Porém, isso virar realidade ainda é um mistério, pois as condições físicas do astro ainda são questionáveis.

    Outro aspecto importante, é a equipe que estará em volta de LeBron nas partidas da próxima temporada. Esse foi um grande problema em 2022, e o jogador já deixou claro que não deseja ver isso se repetindo.

    O desafio é conseguir fazer isso, afinal está ficando difícil conseguir uma boa movimentação na janela de transferência na NBA.

    Os estrangeiros ganharam força na NBA, inclusive pelas diferentes iniciativas criadas pela organização. Um elemento que pode virar desafio para os jogadores norte-americanos, inclusive LeBron James. Além disso, é uma motivação que pode colocar novamente o Los Angeles Lakers entre os favoritos ao título em 2023.

    Fala aí!