Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    19 de Junho de 2022 postado por Renato Campos

    nba_grant_hill_explica_porque_lebron_james_tem_sido_desrespeitado_em_sua_carreira

    Um dos debates mais antigos no mundo dos esportes é quem é o maior jogador de todos os tempos.

    Nos últimos anos, quando tratamos do basquete, esse debate evoluiu para uma discussão sobre se LeBron James igualou ou superou Michael Jordan.

    Esse debate acaba tendendo para preferencias entre gerações, já que os mais novos são mais propensos a colocar LeBron entre os três primeiros, ou mesmo no topo, enquanto os mais velhos tendem a achar que Jordan é o maior de todos os tempos.

    A ex-estrela da NBA Grant Hill, acha que Jordan é o maior, mas também tem a opinião de que LeBron é desrespeitado demais.

     

    “… na minha opinião, Jordan é o G.O.A.T., mas eu odeio a conversa porque para justificar isso nós derrubamos o outro. LeBron é incrível. O que ele fez – a pressão desde muito jovem, como ele atendeu às expectativas e o que ele teve para garantir seu posto, que eu acho que Michael Jordan não teve que suportar … Jordan não teve que experimentar isso. Os mais velhos que amam Jordan, acho que não apreciam totalmente o que LeBron fez neste ambiente em que ele está e como ele fez as coisas fora da quadra. Ele levou isso a um outro nível – capacitando seus amigos, construindo várias plataformas. ... Eu realmente o admiro como jogador e por ser o rosto da liga por tantos anos. Mas nenhum jogador jamais suportou... tanto abuso e calúnia quanto LeBron James suportou”.

     

    Ao longo da carreira de Jordan, ele foi universalmente amado, e os torcedores e a mídia o envolveram de forma calorosa ao longo dos anos como o jogador padrão da liga e de excelência atlética.

    Durante grande parte da carreira de LeBron, ele desfrutou de reconhecimento semelhante, mas nos últimos anos, esse sentimento se polarizou por algum motivo.

    Os torcedores do Lakers parecem ter uma relação de amor/ódio com ele. Embora eles apreciem o fato de que ele lhes trouxe seu mais recente campeonato da NBA e tornou o time relevante novamente, muitos deles desprezam seu suposto controle desproporcional sobre as decisões pessoais e o acusam de colocar seus objetivos pessoais à frente dos objetivos da equipe.

    Talvez tudo isso mude ao longo do tempo, e ainda mais quando o jogador se aposentar.

     

    Fala aí!