Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    09 de Junho de 2022 postado por Renato Campos

    nba_jayson_tatum_abre_o_jogo_sobre_nao_ter_sido_draftado_pelo_lakers

    Com as finais entre Celtics e Warriors em andamento, pudemos ver por algumas vezes o jogador de Boston, Jayson Tatum, fazendo homenagens a Kobe Bryant.

    Com as cores do Lakers em sua braçadeira, com o número 24 do Black Mamba e com o uniforme do treino do Celtics que Kobe usou em um teste pré-draft, um debate tomou conta da torcida nas últimas semanas: e se o Lakers tivesse draftado Tatum ao invés de Lonzo Ball?

    Draft é uma loteria. Alguns jogadores de ponta podem não se destacar e outros escolhidos tardiamente se tornam lendas. Naquele momento, o Lakers precisava de um armador e fez sua escolha por conta disso.

    greenrun_banner

    Essa semana, em uma entrevista com Ramona Shelburne da ESPN, Tatum que cresceu como torcedor do Lakers, falou sobre o draft de 2017 e como ele se sentiu com o Lakers tendo a chance de selecioná-lo.

    “O Lakers era o time que eu torcia, e Kobe era meu jogador favorito. Então foi uma loucura que o Lakers tivesse a segunda escolha e eu estava tão perto de um sonho se tornar realidade. Mas era como se o time não quisesse nada comigo na época.”

    O Lakers acabou escolhendo o badalado Lonzo Ball com a segunda escolha geral, e Tatum foi a próxima escolha para o Celtics. O Sixers, que teve a primeira escolha naquele ano escolhendo Markelle Fultz, fez um treino com Tatum, enquanto o Lakers supostamente não convidou o jogador.

    Na época, o nome de Tatum era pouco comentado antes do draft. Era muito claro que as duas primeiras escolhas ficaram entre Ball e Fultz.

    De lá pra cá, e com apenas 24 anos, Tatum agora é três vezes All-Star, chegou ao First Team All-NBA nesta temporada e está a duas vitórias de levar o Celtics ao título. Enquanto isso, Ball e Fultz são figuras comuns na liga.

    Porém, da forma que o Lakers lidou com seus jovens talentos como Ingram, Kuzma Clarkson, Randle e o próprio Ball, parece improvável que o time tivesse mantido e desenvolvido Tatum, mesmo que o tivessem draftado.

    Ball e quase todas as outras jovens estrelas do Lakers foram negociadas para Nova Orleans como parte da troca de Anthony Davis, que acabou rendendo ao time um campeonato em 2020.

    Mas com toda admiração e respeito que Tatum tem por Kobe Bryant, seria pelo menos uma grande história ver o jogador com a camisa do Lakers.

    Quem sabe um dia...

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter