Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    11 de Julho de 2022 postado por Renato Campos

    ha_26_anos,_o_lakers_adquiria_kobe_bryant

    [adgoogle][/adgoogle]

    A offseason de 1996 foi um dos períodos mais importantes da história do Lakers.

    Cinco anos depois que Magic Johnson anunciou que havia testado positivo para HIV, a diretoria conseguiu montar um time jovem e empolgante, ficando de fora dos playoffs apenas uma vez, mas algo estava faltando.

    O time nunca foi candidato a título e também sentia a falta de uma verdadeira estrela.

    Em 1996, Shaquille O’Neal estava disponível no mercado e o Lakers apostou suas fichas no pivô. Para isso, o Lakers precisava liberar espaço salarial para fechar negócio, necessitando trocar Vlade Divac, seu pivô titular.

    Enquanto isso, o gerente geral Jerry West convidou para um teste, um jogador do ensino médio da região da Filadélfia chamado Kobe Bryant. No início, era apenas um favor ao amigo e agente Arn Tellem, mas West trouxe o jovem de 17 anos para um segundo treino e viu que ele era especial.

    [adgoogle][/adgoogle]

    O executivo decidiu matar dois coelhos com uma cajadada só, trocando Divac por uma escolha de draft alta o suficiente para compensar Bryant. West finalmente encontrou um time que queria fazer negócio no Charlotte Hornets, que tinha a 13ª escolha.

    Após um breve susto do Nets, que tinha interesse em Kobe com a oitava escolha, o Hornets concordou em draftar Kobe como parte do acordo.

    Em 11 de julho de 1996, o acordo se tornou oficial e Kobe se tornou um Laker.

    No começo, ele parecia nada mais do que uma forma do Lakers buscar O'Neal (que assinou com o Lakers dias depois). Mas ninguém, exceto talvez o próprio West, sabia que o time tinha acabado de adquirir um dos maiores jogadores de todos os tempos.

    Vídeo: Kobe Bryant Motivation (@kobehighlight)


    [adgoogle][/adgoogle]

    Fala aí!