Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    08 de Agosto de 2022 postado por Renato Campos

    nba_assistente_do_lakers_faz_comparacao_interessante_de_kobe_bryant_com_kyrie_irving

    Comparações entre jogadores sempre é um assunto bastante polêmico. Ainda mais se discutido por torcedores que colocam na maioria da vezes a emoção na frente da razão.

    É difícil encontrar alguém que se compare ao estilo de jogo de Kobe Bryant na NBA, mas se você perguntar ao assistente do Lakers, Phil Handy, existe um jogador que chega bem perto: Kyrie Irving.

    Falando com Nick Jungfer do Basketball Forever, Handy disse que "se Kyrie tivesse 2 metros, você veria Kobe quando olhasse quem estivesse atrás de você no espelho".

    Com certeza, alguns podem discordar considerando os diferentes estilos de jogo dos dois, sem mencionar a mentalidade e abordagem ao jogo.

    No entanto, se há alguém que pode fazer uma comparação válida e legítima entre Kyrie Irving e Kobe Bryant, é Phil Handy que trabalhou com os dois jogadores em sua carreira.

    Talvez Handy esteja simplesmente comparando suas habilidades e facilidade em pontuar. Kobe foi um dos pontuadores mais prolíficos que a NBA já viu, enquanto a capacidade de Kyrie de atacar e finalizar próimo ao aro, bem como seus arremessos certeiros são incríveis, para dizer o mínimo.

    A comparação é bastante interessante, já que Irving está ligado ao Lakers há algum tempo. Handy está tentando fazer um lob com seu pupilo? Considerando o bom relacionamento que eles têm, isso é definitivamente plausível.

    O melhor time titular do Lakers se Kyrie Irving não vestir "Purple & Gold"

    Segundo diversos analistas e insiders, o Lakers continua sua busca por Kyrie Irving. Porém, depois de muito ter se falado na chegada do armador do Nets a Los Angeles, pode ser que essa negociação realmente não aconteça.

    Por outro lado, o Lakers ainda explora cenários de troca por Russell Westbrook. Muitos acreditam que o jogador não vai estar vestindo a camisa do time quando a temporada começar.

    Existem algumas opções interessantes e equipes a considerar em relação ao armador do Lakers. Times em reconstrução podem lidar com uma troca por Westbrook, e simplesmente aplicar o buyout no jogador para abrir espaço salarial na próxima temporada por conta de seu contrato expirante.

    Dito isso, sem contar que Kyrie Irving possa realmente vestir a camisa do Lakers, qual seria o melhor quinteto titular do time, se a diretoria negociar com outra franquias por novos nomes?

    Obviamente, LeBron e Davis são donos de suas posições. Por conta disso, resta saber quem poderia ocupar as posições de armação e de pivô.

    O quinteto de melhor cenário para o Lakers

     

    Pivô: Myles Turner

    Há três anos, Myles Turner ele era visto como um dos melhores pivôs da liga e, quando foi disponibilizado no mercado, todos acreditaram que ele teria um retorno decente para o Indiana Pacers.

    No entanto, Turner está no mercado há tanto tempo e a diretoria de Indiana não conseguiu fazer nenhum movimento, indicando que ele não é tão valioso como parecia. Ele está com um contrato expirando agora e não tem retorno garantido.

    Turner definitivamente não é um pivô perfeito e há áreas de seu jogo que você pode dissecar quando se trata de como ele se encaixaria no Lakers. Dito isto, também há razões para acreditar que ele jogaria melhor em Los Angeles e maximizaria suas habilidades.

    Ter Anthony Davis ao seu lado seria de grande valia para Turner em ambas as extremidades da quadra. Defensivamente, Turner pode ter um grande apoio de Davis e também obter ajuda na marcação do perímetro, o que não é seu forte.

    Ofensivamente, ter uma presença de alto nível jogando perto do aro só vai ajudar no espaçamento na quadra para Turner, que pode realmente capitalizar seu jogo. Se Turner vier para Los Angeles, obviamente haverá outro jogador do Indiana Pacers que virá com ele…

     

    Ala-armador: Buddy Hield

    Se você tem acompanhado as especulações envolvendo Russell Westbrook e Kyrie Irving nos últimos meses, sabe que o plano de backup mais falado para o Lakers é um pacote de Buddy Hield e Myles Turner.

    O Pacers supostamente já recusou uma oferta do Lakers que incluía Westbrook e uma futura escolha de primeira rodada por Turner e Hield. Como Turner e Hield não têm muito valor comercial, o Lakers pode esperar e ver se conseguem reduzir o preço para apenas uma escolha ou talvez uma escolha e uma outra protegida.

    No entanto, o Lakers provavelmente pode acabar tendo que trocar duas escolhas de primeira rodada. Embora tudo isso seja apenas para se livrar de Westbrook, e ter Hield e Turner, o Lakers tem mais escolhas futuras do que o anunciado, e não estaria hipotecando completamente o futuro.

    Hield, como Turner, tem suas falhas como jogador, pois não é alguém que vai jogar bem na defesa. No entanto, Hield é um dos arremessadores de três pontos mais prolíficos da liga e só melhorará ao lado de LeBron James.

    O Lakers precisa desesperadamente de arremessos de três pontos e conseguir Hield pode ser como conseguir uma versão melhor de Malik Monk.

     

    Armador: Patrick Beverley

    Patrick Beverley foi negociado com o Utah Jazz na troca de Rudy Gobert e provavelmente não passará muito tempo em Salt Lake. Beverley está em um contrato expirante e faz muito mais sentido para Utah trocá-lo por algo em vez de mantê-lo.

    A diretoria do Lakers poderia trocar Talen Horton-Tucker por Beverley se quisessem fazer simplesmente fazer uma troca, mas o plano não é este. Porém, THT é um dos ativos mais superestimados da história recente do Lakers e, mesmo que ele ainda cresça muito como jogador, isso não acontecerá até que seu contrato atual termine.

    Embora a equipe não esteja interessada em buscar esse tipo de troca, certamente ainda pode acontecer se a equipe não conseguir mais nada até o fim da offseason.

    Independentemente disso, Pat Bev seria um bom armador para adicionar ao time. Embora não esteja em seu auge, daria ao time um defensor de perímetro promissor para compensar algumas das deficiências defensivas de Hield.

    Beverley não precisa dominar a bola para ter sucesso, que é o que você quer em um armador ao lado de LeBron James, e ele tem capacidade de matar suas bolas quando bem posicionado. Ele não é um atirador de elite, mas pode se defender.

    Isso daria ao Lakers cinco titulares formados por Turner, Davis, LeBron, Hield e Beverley.

    Fala aí!