Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    29 de Agosto de 2022 postado por Renato Campos

    nba_este_e_o_proximo_passo_que_o_lakers_precisa_dar_nessa_offseason

    [adgoogle][/adgoogle]

    O Lakers passou os últimos meses lidando a offseason com paciência e esperando por uma chance de ter Kyrie Irving em seu elenco na próxima temporada. Agora que as esperanças em ter o armador se foram, a diretoria precisa focar nos demais planos que devem ter sido arquitetados nesse período.

    O training camp do Lakers começa no dia 27 de setembro, e o mini-camp de LeBron em apenas três semanas. Esse é o tempo que a diretoria tem para decidir seu elenco.

    Vale lembrar que LeBron, Davis e Westbrook fizeram uma das temporadas mais decepcionantes da história da franquia e por mais que uma suposta conversa tenha acontecido nesta offseason, não parece que as coisas possam realmente mudar. Dos 21 jogos que o trio jogou junto, o Lakers perdeu 11.

    Com poucas opções restantes no mercado, o Lakers tem a chance de acertar um acordo com o Indiana Pacers ou o Utah Jazz, em vez de tentar mais um ano com Westbrook.

    Myles Turner e Buddy Hield não são Kyrie Irving, mas com certeza fornecem uma nova dinâmica e um novo começo para esta equipe do Lakers.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Segundo o técnico Darvin Ham, Anthony Davis será o ponto principal do ataque do time nessa temporada, adquirir um pivô de origem e de qualidade defensiva como Turner, pode aliviar a carga defensiva de AD de uma maneira que nenhum armador, nem Westbrook nem Irving, poderia.

    Sem dúvida o pacote do Jazz com Jordan Clarkson, Bojan Bogdanovic ou Mike Conley também é interessante. Esses acordos não tornam automaticamente o Lakers um candidato ao título, mas esses jogadores certamente se encaixam melhor com LeBron e Davis.

    O mínimo que o Lakers pode fazer é dar a LeBron e Davis uma outra chance de disputar um título, mesmo que isso signifique sacrificar ativos de draft para isto.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Vale a pena abrir mão de duas futuras escolhas de primeira rodada em troca de jogadores que não elevam profundamente a qualidade do Lakers da maneira que Irving faria? Provavelmente não, mas ainda é um risco que o Lakers deve correr se a outra alternativa significa ficar com Westbrook.

    O Lakers precisa priorizar um novo começo em vez de carregar toda vibe ruim da temporada passada. Como se espera que Westbrook acredite nos planos de Darvin Ham se ele sabe que o Lakers passou todo offseason tentando trocá-lo?

    Ninguém sabe se o plano B da diretoria vai fazer do Lakers um time candidato a título, mas é claramente a melhor opção neste momento.

    [mediabr][/mediabr]

    Fala aí!