Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    08 de Setembro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_beverley_cutuca_lebron_e_davis_em_sua_primeira_entrevista_no_lakers

    Patrick Beverley chegou ao Lakers para liderar o elenco de apoio por trás de LeBron James e Anthony Davis.

    Além de representar uma ameaça de bolas de três pontos, Beverley preenche o papel de especialista defensivo do Lakers, um jogador que o time perdeu após a saída de Alex Caruso durante a offseason de 2021. A vibe do jogador de 34 anos e a propensão à 'trash talk' também devem adicionar um pouco de garra à equipe que teve problemas com intensidade e esforço no ano passado.

    Beverley deu um gostinho de sua personalidade durante sua conferência de imprensa de apresentação na terça-feira. Em uma entrevista com Mike Bresnahan, da Spectrum SportsNet, o armador disse que não está vindo para Los Angeles para jogar com LeBron e Davis, mas as duas estrelas do Lakers estarão jogando com ele, porque foi ele que chegou aos playoffs com o Minnesota Timberwolves no ano passado:

    Repórter: "Você vai jogar com LeBron James e Anthony Davis.

    Patrick Beverley: "Eles vão jogar comigo. Eu fui aos playoffs no ano passado, eles não. É uma diferença."


    Beverley traz consigo uma rivalidade duradoura com Russell Westbrook. No entanto, os dois armadores supostamente decidiram deixar os problemas para trás, para jogar um com o outro no Lakers.

    Westbrook até apareceu na conferência de imprensa de Beverley e eles trocaram um abraço depois que o recém chegado falou com a imprensa.

    Segundo relatos, o técnico Darvin Ham vê Westbrook e Beverley jogando lado a lado pelo Lakers durante a temporada 2022-23.

    Patrick Beverley revela a grande diferença entre Lakers e Clippers

    Como você deve lembrar, Patrick Beverley foi um dos ícones do time do Clippers nos últimos anos e fez parte de um elenco que tinha como objetivo ser campeão da NBA desde que Kawhi Leonard e Paul George juntaram forças por lá.

    Sem dúvida o time do Clippers hoje é muito mais respeitado do que há 10 anos, porém, nunca chegaram perto de ganhar um título.

    Agora vestindo a camisa do Lakers, Beverley fez questão de apontar a diferença entre jogar pelo Clippers e agora está do lado da cidade com mais títulos e histórias.

    Via Lakers Daily:

    “Beverley criticou levemente seu ex-time, alegando que há um respeito diferente pelos jogadores do Lakers em Los Angeles.

    "Patrick Beverley sobre a diferença entre Clippers e Lakers: “Muito diferente. Andando pela cidade, você ganha um respeito diferente.”

    Apesar do crescimento óbvio, o Clippers foi às finais da Conferência Oeste apenas uma vez e, nos últimos anos, eles deixaram escapar duas séries de playoffs que estavam vencendo por 3 a 1.

    O Lakers, é claro, está saindo de uma temporada terrível. O time espera recuperar pelo menos um pouco de seu antigo brilho à medida que LeBron James se aproxima do final de sua carreira.

    Se Beverley ainda continuar sendo uma arma defensiva e um arremessador de três pontos com a mesma qualidade de quando ele estava com o Clippers, ele pode ajudar seu novo time a a voltar a sua velha reputação.

    O encontro entre Westbrook e Beverley como jogadores do Lakers

    E finalmente, o Lakers apresentou oficialmente hoje o armador Patrick Beverley como o novo membro do elenco.

    E para surpresa da maioria, quem estava presente a apresentação foi Russell Westbrook.

    Antes de mais nada, vale ressaltar o comprometimento que Westbrook tem tido com a franquia depois de um ano terrível em Los Angeles. Embora envolvido em dezenas de rumores, ele continua a cumprir seu papel como jogador do time.

    Embora soubéssemos que Westbrook e Beverley pelo menos conversaram desde que o último foi adquirido em uma negociação há quase duas semanas, ainda era uma surpresa que Westbrook estivesse presente para receber seu antigo rival e (pelo menos por enquanto) atual companheiro de equipe. 


    Patrick Beverley disse que está animado para jogar com Russell Westbrook. Ele acha que os dois se complementam bem e vão se encaixar. Ele diz que nunca jogou com alguém que tem a mesma garra e dureza que ele. Ele também reconheceu que eles terão conversas difíceis em algum momento.

    Por enquanto, faltam apenas algumas semanas até o training camp, quando descobriremos se esses dois vão realmente jogar juntos.

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter