Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    09 de Setembro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_boletim_de_rumores_do_lakers_(09

    [adgoogle][/adgoogle]

    O Lakers vem tentando trocar Russell Westbrook durante toda a offseason e quanto mais próxima a temporada 2022-23 fica, menos provável parece uma troca. O Lakers têm opções com times como o Utah Jazz, mas parece que Rob Pelinka não tem interesse em fazer um mau negócio apenas para fazer um acordo.

    O problema é que todos os rumores envolvendo Russell Westbrook podem nem ser possíveis na realidade. Embora o Lakers definitivamente possa negociar ativos para se livrar de Westbrook, parece que a diretoria está ainda mais teimosa em relação a isto.

    Eric Pincus, do Bleacher Report, escreveu um report nesta quarda, relatando que executivos de outros times não têm certeza se o Lakers vai abrir mão de uma escolha de primeira rodada para negociar Westbrook antes da temporada 2022-23.

    “A partir de agora, os executivos de outros times não têm certeza se o Lakers negociaria uma futura escolha de primeira rodada, muito menos duas, para se livrar do contrato de Westbrook, a menos que o pacote de retorno melhore substancialmente a equipe”.

    O melhor pacote que o Lakers pode trazer para Los Angeles é o de Myles Turner e Buddy Hield e, na opinião de muitos, esse pacote vale o investimento.

    O problema todo nesse caso, é que o Pacers quer as duas escolhas do Lakers para fazer o negócio andar.

    O que vai acontecer se Russell Westbrook permanecer com o Lakers?

    O training camp do Lakers começa em menos de três semanas, e a diretoria está ficando sem tempo para atualizar seu elenco antes que os trabalhos realmente comecem.

    E quando falamos em uma mudança no elenco, estamos falando do sucesso de uma troca por Russell Westbrook.

    Porém, a cada dia que passa, parece que as chances ficam mais limitadas agora que a negociação por Donovan Mitchell está finalizada, deixando de fora o Knicks como um parceiro de troca em potencial, e com o Pacers irredutível sobre as duas escolhas de primeira rodada do Lakers para abrir mão de Buddy Hield e Myles Turner.

    Dito isso, o Lakers precisa contar com a ideia de como encaixar Westbrook no elenco deste ano, algo que eles já sinalizaram publicamente, mas agora precisam colocar em ação.

    Russell Westbrook continua fazendo seu papel como um Laker, seja assistindo os jogos da Summer League ou participando das coletivas de imprensa de apresentação de Darvin Ham e agora Patrick Beverley. Ele está se comportando como se esperasse jogar pelo Lakers nesta próxima temporada.

    Um rumor no início da offseason, levantava a ideia de que o Lakers poderia colocar Westbrook na geladeira mesmo se ele estivesse sob contrato com a equipe. Mas o Lakers teria vetado esse cenário: se Westbrook não for negociado, o Lakers vai usá-lo, como o insider Marc Stein observou recentemente:

    "Duas fontes bem posicionadas me expressaram com convicção ainda maior que o Lakers se inclinam fortemente contra o conceito de enviar Westbrook para casa à la John Wall em Houston na última temporada, caso não consigam encontrar uma troca por ele. Fontes afirmam que Ham está determinado a estabelecer um papel real para Westbrook se ele permanecer no time."

    [adgoogle][/adgoogle]

    Westbrook deve participar do minicamp de LeBron

    LeBron James organiza um minicamp anual do Lakers desde que chegou a Los Angeles, uma tradição que supostamente continuará este ano.

    "LeBron James, do Lakers, normalmente hospeda um minicamp apenas para jogadores em algum lugar da Costa Oeste antes do início do treinamento, então fique atento. A palavra é que outro minicamp do Lakers é provável nos próximos dias e que Russell Westbrook realmente comparecerá se acontecer. Qualquer tipo de reunião pré-camp envolvendo LeBron e seus colegas representaria um passo fundamental nos esforços do Lakers para superar toda a tensão que borbulhou ao longo da campanha 33-49 da temporada passada, trazendo James e Anthony Davis juntamente com Westbrook e o recém-adquirido Patrick Beverley antes do Lakers se apresentar para seus primeiros treinos sob o comando do novo técnico Darvin Ham em 26 de setembro."

    [adgoogle][/adgoogle]

    O Lakers continua interessado em Bojan Bogdanovic

    Antes do Cavs chegar a um acordo por Donovan Mitchell na semana passada, havia rumores de que o Lakers poderia ajudar a facilitar uma troca Jazz e Knicks pelo jogador e conseguir Bojan Bogdanovic no processo. Mesmo que a troca entre as três equipes não seja mais uma possibilidade, o interesse do Lakers no jogador de Utah não diminuiu, segundo Jeff Zillgitt, do USA Today. Bogdanovic teve uma média de 18,1 pontos por jogo na última temporada, com aproveitamento de 38,7 por cento de três. Atualmente ele está com média de 16,3 pontos por jogo e fazendo 34,8% de seus triplos pela seleção croata no EuroBasket 2022.

    O Lakers também têm “algum interesse” nos companheiros de Bogdanovic em Utah, Mike Conley e Jordan Clarkson, mas estaria reticente em ter salários que se estendem além da próxima temporada 2022-23.

    NBA: A verdade sobre a negociação entre Lakers, Knicks e Jazz por Donovan Mitchell

    Apesar dos rumores de que o Lakers pode ter sido usado para ajudar a facilitar um possível acordo entre o Utah Jazz e o New York Knicks por Donovan Mitchell, esse aparentemente nunca foi o caso.

    No último episódio do The Hoop Collective Podcast, Brian Windhorst, da ESPN, disse que o Lakers "nunca" fez parte de nenhuma negociação com o Jazz e o Knicks envolvendo Mitchell.

    "... havia cenários de três equipes entre o Jazz e o Knicks por Donovan Mitchell", disse Windhorst, "onde os jogadores iriam para um terceiro time, mas obviamente eles não fizeram um acordo, mas o Lakers nunca esteve diretamente envolvidos com isso."

    Michael Scotto, do HoopsHype, informou no mês passado que Lakers, Jazz e Knicks em um ponto discutiram um grande acordo centrado em Mitchell e Russell Westbrook.

    No acordo proposto, de acordo com Scotto, o Knicks teria ficado com Mitchell, o Lakers teria recebido Patrick Beverley e um jogador entre Jordan Clarkson, Bojan Bogdanovic ou Malik Beasley, e o Jazz ficaria com Westbrook e “uma compensação significativa de escolha de draft”.

    O Lakers acabou adquirindo Beverley do Jazz em agosto em troca por Talen Horton-Tucker e Stanley Johnson.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Após meses de especulação de que Mitchell acabaria em Nova York, o Knicks aparentemente deixou a disputa concordando com uma extensão de contrato de quatro anos com RJ Barrett no final de agosto.

    Adrian Wojnarowski, da ESPN, informou que o presidente do Knicks, Leon Rose, estabeleceu um prazo com o Jazz para fazer uma troca com Mitchell. Quando o acordo não mais evoluiu, Rose decidiu dar a Barrett uma extensão que o tornou inelegível para ser negociado por seis meses.

    O Cleveland Cavaliers entrou na jogada e mandou para o Jazz um pacote de Lauri Markkanen, Ochai Agbaji, Collin Sexton, três futuras escolhas de primeira rodada e duas trocas de escolha para Mitchell.

    Enquanto isso, o Lakers continua se aproximando do início do training camp com Westbrook em sua elenco.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Westbrook e o Lakers precisam fazer melhorias significativas nesta temporada após uma decepcionante campanha no último ano. Russ teve uma média de 18,5 pontos por jogo em 78 partidas.

    O Lakers terminou em 11º na Conferência Oeste com um campanha de 33-49. Foi a segunda vez nos quatro anos da era LeBron James que o Lakers ficou de fora dos playoffs.

    [mediabr][/mediabr]

    Fala aí!