Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    12 de Setembro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_site_sugere_troca_de_anthony_davis_para_o_warriors

    Depois de mais uma temporada mal sucedida, o Lakers precisa buscar um novo plano para retomar seu caminho ao topo da NBA.

    Infelizmente, encontrar uma maneira de revitalizar seu elenco neste momento está bastante limitada por questões de teto salarial e pouco interesse ao redor da liga pelos jogadores do time.

    Em um artigo de 9 de setembro, Alex Kirschenbaum, da Sports Illustrated explorou a ideia de um pacote de troca entre o Lakers e o Warriors, centrado em Anthony Davis.

    Houve várias propostas de troca ao longo dos anos que levariam Davis ao Warriors, mas a maioria delas incluía Andrew Wiggins. Dada sua evolução nos últimos ano, é questionável que o Warriors esteja disposto a fazer esse acordo.

    No entanto, em sua coluna do dia 10 de setembro para o site Heavy, Ryan Aston forneceu uma nova estrutura que poderia apaziguar os dois lados e levar Wiggins ao Lakers.

    A troca ficaria assim:

    Warriors recebe: Anthony Davis e Kendrick Nunn

    Lakers recebe Andrew Wiggins, James Wiseman e duas escolhas de primeira rodada (2026 e 2028)

    “A melhor parte: ao contrário de algumas das outras ideias de troca por Davis que vimos, Poole, Jonathan Kuminga e Moses Moody permanecem intocáveis, e o Dubs abre mão apenas de um jogador rotacional da sua última disputa pelo título”, escreveu Aston.

    Do ponto de vista do Lakers, esse acordo até faria sentido, já que Wiseman daria à franquia um substituto de longo prazo para Davis (embora não no mesmo nível) e compensaria sua defesa colocando Wiggins na rotação.

    Negociar Westbrook seria mais fácil

    Embora a ideia de trocar Davis seja confortável para alguns, negociar Russell Westbrook continua sendo a prioridade.

    Em um episódio recente do podcast The Lowe Post, Ramona Shelbourne, da ESPN, compartilhou algumas informações sobre onde a cabeça de Westbrook está atualmente em relação a uma possível negociação.

    “Russ está muito aberto a uma troca. Porém, ele não pediu uma. Tenho certeza disso. Mas ele está aberto a isso, e para algum time que o queira que ele seja o Russell Westbrook de antigamente”, disse Shelbourne.

    Embora essa seja uma sugestão de um jornalista, o Lakers em breve vai precisar decidir sobre o futuro de Davis na franquia. Será ele o cara que vai comandar o Lakers após aposentadoria de LeBron? Será que ele vai conseguir se manter saudável até lá? Essas questões serão colocadas em cheque nesta temporada.

    Lakers pode precisar abrir mão de seus planos com Anthony Davis

    Ao renovar com LeBron James, o Lakers parece ter evitado uma reconstrução até o verão de 2024. Depois disso, a diretoria pode se ver forçada a reconstruir drasticamente seu elenco se LeBron e Davis saírem como agentes livres. Embora a saída de LeBron pareça mais natural, o Lakers pode convencer Davis a ficar, oferecendo-lhe um contrato máximo.

    Davis precisa se manter em quadra para garantir outro acordo máximo em algumas temporadas, mas a disponibilidade é sempre uma preocupação para ele. Ele perdeu uma média de 19,5 jogos por temporada ao longo de sua carreira e vai completar 31 anos em 2024. É preciso muito para fazer um time pensar duas vezes antes de oferecer um novo contrato para um jogador da qualidade como Davis, mas isso pode não ser suficiente.

    Sim, isso parece loucura depois que o Lakers abriu mão de tanto para tê-lo, mas a diretoria sem dúvida será mais cautelosa antes de se comprometer com ele a longo prazo novamente.

    O Lakers ainda pode construir em torno de Davis, mas ele terá que provar que é o cara da franquia

    O Lakers já viu o que pode acontecer com uma estrela na casa dos 30 anos com um contrato máximo. Russell Westbrook está no último ano de seu contrato e vai receber US$ 47 milhões, apesar de não jogar nem perto desse nível. Se o Lakers não tomar cuidado, em breve poderá enfrentar o mesmo problema com Davis.

    No entanto, Davis está longe de ser uma causa perdida. Quando saudável, ele é ótimo, mas seu corpo não resistiu a uma temporada inteira desde que ingressou no Lakers.

    Se ele puder provar à equipe que pode se manter saudável, Davis valerá a pena o investimento. Supondo que ele tenha um novo contrato, o Lakers ainda pode ter espaço suficiente no limite salarial para adicionar outras duas estrelas na offseason de 2024. Quando esse período chegar, a agencia livre terá jogadores como Jaylen Brown, DeJounte Murray, Fred VanVleet, Domantas Sabonis, e Pascal Siakam.

    Além disso, adicionar quaisquer dois desses jogadores a Davis poderia fazer o Lakers voltar à disputa de um título. Tudo vai depender da próxima temporada. Se ele não corresponder às expectativas, talvez o Lakers possa buscar trocá-lo antes que ele atinja a agência livre, mas vamos torcer pelo melhor.

    O Lakers terá que começar a pensar dois passos à frente para evitar outro longo período de mediocridade, como o que os atormentou nos anos 2010. Davis pode muito bem ser o jogador que pode ajudá-los a evitar tempos mais sombrios, mas primeiro ele terá que provar isso.

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter