Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    23 de Setembro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_spurs_pode_oferecer_pacote_ao_lakers_em_troca_por_russell_westbrook

    Depois da confirmação de que o Lakers teria recusado uma oferta do Pacers e de que o Jazz havia trocado Bogdanovic por preço de banana para o Pistons, as opções da diretoria em Los Angeles ficaram ainda mais escassas em relação a uma iminente troca por Russell Westbrook.

    Há poucos dias do início do training camp, ao que parece é que Russell Westbrook vai estar com o elenco, mas ainda existe um time que pode fazer uma movimentação acontecer.

    Em um artigo recente de Andy Larsen do "The Salt Lake Tribune", o Spurs é uma equipe que ainda está disposta a assumir o contrato de Westbrook.

    “Para complicar as coisas, porém, o Jazz pode não ser o único time disposto a assumir o contrato de Westbrook para conseguir essas escolhas. Indiana e San Antonio também manifestaram esse interesse, segundo vários relatos da imprensa. O Pacers poderia trocar Buddy Hield e Myles Turner, enquanto o Spurs pode negociar Doug McDermott, Josh Richardson e/ou Jakob Poeltl.”

    Sem dúvida o pacote do Spurs é de longe o mais fraco entre todos os propostos até o momento. Josh Richardson ou Jakob Poeltl são bons jogadores, mas está muito longe do que o Lakers provavelmente está procurando quando se trata de uma negociação por Westbrook.

    Poeltl é um pivô sólido, principalmente no lado defensivo. Na temporada passada, ele teve uma média de 13,5 pontos e 9,3 rebotes, com 61,8% de aproveitamento de seus arremessos, embora ainda tenha uma porcentagem incrivelmente baixa de lances livres de 49,5%.

    Richardson é um jogador pelo qual o Lakers demonstrou interesse no prazo final de trocas na temporada passada. Jogando pelo Celtics e Spurs, Richardson teve uma média de 10,2 pontos, com 41,5% de aproveitamento dos 3 pontos.

    Doug McDermott sendo o terceiro nome mencionado dificilmente vai entrar nessa jogada. Ele jogou 51 jogos e até arremessou 42,2% da linha de 3 pontos, mas não é tão eficaz defensivamente e vai receber US$ 27 milhões nas próximas duas temporadas.

    Poeltl e Richardson sendo jogadores de contratos expirantes significa pouco para o Lakers, considerando que Russ também tem a mesma situação, a menos que a diretoria acredite que eles possam ser negociados em um futuro próximo. Mas, considerando os ativos dos quais a diretoria pode ter que se desfazer para trocar Russ, Pelinka e companhia podem não se convencerem que teriam sucesso com essa dupla.

    São por essas razões que o Spurs permanece em segundo plano nessas conversas. Seu principal apelo é como uma equipe que pode absorver a maior parte do contrato de Russ sem precisar enviar muito em termos de contratos. Em um acordo direto de um jogador por outro, parece pouco provável que o que eles têm a oferecer atraia o Lakers.

    Fala aí!