Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    28 de Outubro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_4_trocas_que_podem_acabar_com_o_tempo_de_russell_westbrook_no_lakers

    Após quatro jogos e amargando quatro derrotas na temporada 2022-23 da NBA, o Lakers vive um dilema. Depois de uma offseason cheia de rumores e propostas de troca, Westbrook ainda é um Laker, e nada mudou.

    Pra piorar, as bolas de três pontos do time simplesmente não caem, já que Carmelo Anthony e Malik Monk não estão mais no elenco. Com Matt Ryan como o único verdadeiro arremessador da equipe, o ataque do Lakers foi exposto várias vezes.

    Rob Pelinka supostamente planeja esperar pelo menos 20 jogos antes de reabrir as discussões sobre possíveis acordos de Westbrook, mas os torcedores não estão muito satisfeitos com essa ideia. A campanha de 0-4 pode rapidamente se transformar em 0-5, 0-6 e assim por diante, e como o Pelicans possui o direito de ter as escolhas de draft do Lakers, lutar por Victor Wembanayama não é uma opção.

    O Lakers não possuir sua escolha de draft é a parte mais triste de seu terrível começo.

    Mas isso deixa uma questão importante, quais negociações de Westbrook ainda estariam disponíveis para o Lakers?

    As equipes que foram frequentemente mencionadas são Utah Jazz, Indiana Pacers, Charlotte Hornets e San Antonio Spurs. E, de acordo com Brian Windhorst, da ESPN, Pelinka tentou “pacotes comerciais com dois, três e quatro times durante o verão e o outono”.

    Então, com isso em mente, quais são alguns negócios em potencial que os torcedores do Lakers podem esperar em um futuro próximo?

    [adgoogle][/adgoogle]

    Russel Westbrook para o Indiana Pacers

    Pacers recebe: Russell Westbrook e escolha de primeira rodada de 2027

    Lakers recebe: Buddy Hield e Myles Turner

    Até que Westbrook seja negociado, esse rumor será veiculado por algumas vezes. No entanto, se o Pacers começar a ganhar muitos jogos, é aí que o Lakers pode ter mais chances.

    Indiana é uma das equipes que devem estar buscando uma chance por Wembanyama, e por causa disso, ter Hield e Turner pode ser um prejuízo para seu objetivo final. Quando o Dia de Ação de Graças chegar, se eles tiverem uma campanha com mais vitórias, aceitar um pacote com apenas uma das escolhas do Lakers pode valer a pena.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Russel Westbrook para o Utah Jazz

    Jazz recebe: Russell Westbrook, escolha de primeira rodada de 2023 (via MIA), escolha de primeira rodada de 2027 (via LAL)

    Lakers recebe: Jordan Clarkson, Duncan Robinson, Malik Beasley

    Heat recebe: Kelly Olynyk

    Na ideia do desejo de Pelinka de criar negociações com várias equipes, aqui está uma que pode funcionar para todas as partes envolvidas. O Heat teria uma grande dupla ao lado de Bam Adebayo, o Lakers conseguiria alguns arremessos e profundidade muito necessários, e o Jazz conseguiria escolhas e um contrato expirando.

    A razão por trás do envolvimento de Miami neste acordo seria o Lakers assumir o contrato de Robinson. Claro, isso diminuiria seu espaço no cap na próxima offseason, mas isso os ajudaria a colocar um time melhor em torno de LeBron James e Anthony Davis, independentemente. O Jazz não teria que arcar com o salário de longo prazo de Robinson, então o Lakers só teria que trocar uma de suas futuras escolhas.

    Além disso, segundo Kevin O'Connor, do The Ringer, "fontes esperam que Lakers e Jazz retomem as negociações no final da temporada".

    *LAL e MIA teriam que trocar escolhas/dinheiro irrelevantes para fazer um acordo funcionar, porque cada equipe deve trocar peças com todas as equipes envolvidas.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Russel Westbrook para o San Antonio Spurs

    Spurs recebe: Russell Westbrook, Juancho Hernangomez, escolha de primeira rodada de 2023 (via TOR), escolha de primeira rodada de 2027 (via LAL),

    Lakers recebe: Doug McDermott, Josh Richardson, Khem Birch.

    Raptors recebe: Jakob Poeltl

    Este acordo seria semelhante a negociação de três equipes com Heat e Jazz, já que o Raptors estaria desempenhando um papel semelhante - entrando no acordo para obter um jogador e garantindo que o Lakers só precisasse trocar uma escolha de primeira rodada.

    San Antonio focaria seus esforços em Wembanyama, o Lakers obteria uma profundidade sólida (mas não tão sólida quanto a troca de Jazz) e o Raptors conseguiria uma atualização de um já conhecido jogador de garrafão.

    Tudo isso dito, o site do Spurs da SB Nation, Pounding the Rock, apontou um fato importante - o Lakers não têm muita influência em uma troca de Westbrook com San Antonio. A menos que o Spurs ganhe muitos jogos, o time não têm nenhum motivo real para ceder aos desejos do Lakers. Então, a menos que o time caia demais na temporada e esteja na caça ao Play-In, parece improvável que o Spurs entre em ação por Westbrook.

    *LAL e TOR teriam que trocar escolhas/dinheiro irrelevantes para fazer um acordo funcionar porque cada equipe deve trocar peças com todas as equipes envolvidas.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Russel Westbrook para o Charlotte Hornets

    Hornets recebe: Russell Westbrook, escolha de primeira rodada de 2027, escolha de segunda rodada de 2023

    Lakers recebe: Gordon Hayward, Kelly Oubre Jr., Mason Plumlee

    À medida que a temporada avança, o Hornets pode perceber que a hora de afundar é agora. Mesmo quando LaMelo Ball voltar, o time não parece ter muita esperança de chegar aos playoffs em uma Conferência Leste disputada. E se a diretoria decidir que tankar é o movimento certo, esse acordo deve estar no topo da lista.

    Conseguir uma futura escolha de primeira rodada do Lakers e uma segunda em 2023 seria um grande feito em troca por três jogadores que provavelmente não teriam tanto valor comercial em outros negócios. Mas para o Lakers, conseguir a criação de arremessos de Hayward, os arremessos de Oubre e a criação de jogadas de Plumlee na posição central, seria muito útil.

    Com o passar do tempo, nós torcedores do Lakers ficaremos cada vez mais desesperados por uma troca de Westbrook. Mas Pelinka, sentado em cima de sua nova e brilhante extensão de contrato, não parece estar com pressa.

    [mediabr][/mediabr]

    Fala aí!