Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    26 de Outubro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_lakers_estaria_em_conversa_com_o_spurs_para_negociar_russell_westbrook

    Com uma campanha de 0-3, o Lakers está em busca de respostas, e os torcedores estão mais uma vez implorando para que Russell Westbrook seja negociado o mais rápido possível.

    Alegadamente, o Lakers vai esperar pelo menos até o Dia de Ação de Graças para dar outra olhada no mercado de trocas, mas isso não significa que a diretoria está parada.

    A equipe aparentemente conversou com o Spurs sobre a aquisição de Josh Richardson.

    Via The Athletic:

    “O Lakers também manteve discussões preliminares com o Spurs nas últimas semanas, disseram fontes, mostrando interesse no ala 3-D, Josh Richardson. Richardson teve uma média de quase 13 pontos no início da temporada, com aproveitamento de 47,1% em 5,67 tentativas de três pontos por jogo. Portanto, espere que o Lakers continue de olho no Spurs, Hornets e Pacers como um potencial parceiro comercial à medida que a temporada avança.”

    O Lakers precisa muito de arremessos de três pontos e mais uma ou duas alas 3-D. Richardson aparentemente se encaixaria na ideia, já que ele acertou 41,5% da faixa de três pontos na última temporada.

    Além disso, ele está no último ano de seu contrato (que lhe renderá pouco mais de US$ 12 milhões nesta temporada), o que ajudaria o Lakers a atingir seu objetivo de ter muito espaço no teto salarial na próxima offseason.

    Magic Johnson é direto e manda recado para Russell Westbrook

    A lenda do Lakers, Magic Johnson, entrou na conversa centrada em Russell Westbrook.

    Johnson disse no podcast de Shannon Sharpe que ele diria a Westbrook para "assumir a responsabilidade" quando seu desempenho não estiver bem. O Hall da Fama relatou as lutas de Westbrook, comparando ao período que ele estava recebendo críticas dos torcedores do Lakers depois de perder as finais da NBA de 1984 para o Boston Celtics.


    É claro que é injusto comparar os feitos de Johnson aos de Westbrook.

    Claro, os sete turnovers de Johnson no jogo 7 levaram a algumas análises pouco amistosas. Mas ele já havia ajudado a levar o Lakers a dois campeonatos até aquele momento, vencendo o MVP das finais em ambas as séries. Magic foi um dos melhores jogadores da NBA, um vencedor comprovado e no auge de sua carreira.

    Westbrook, por outro lado, é uma estrela em declínio, e ele pode já ter chegado a um ponto sem retorno em seu mandato no Lakers.

    Em três jogos, o jogador está com aproveitamento de 28,9% de seus arremessos e acertando 8,3% de suas tentativas de três pontos.

    Westbrook não está se ajudando até certo ponto porque ele simplesmente não consegue mudar a forma como jogou por toda a sua carreira.

    Assumir a responsabilidade pode servir apenas como um alívio temporário para Westbrook sem uma melhoria em seu jogo. Eventualmente, os torcedores vão se cansar de um jogador admitir que teve um desempenho ruim e querem ver mudanças e resultados.

    O conselho de Johnson pode ser direto, mas pode não oferecer muita solução para a situação atual de Westbrook.

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter