Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    31 de Outubro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_myles_turner_nao_esconde_que_quer_jogar_pelo_lakers

    Até mesmo o pivô do Indiana Pacers, Myles Turner, acredita que o Lakers deve dar uma "olhada melhor" para potencialmente negociar por ele em meio a um início de temporada com uma campanha de 1-5.

    "Se eu sou o Lakers, eu dou uma boa olhada nisso por conta da posição em que você se encontra", disse ele a Adrian Wojnarowski, da ESPN, em seu The Woj Pod, quando perguntado se o Lakers deveria trocar duas futuras escolhas de primeira rodada por ele. "Sei o que posso oferecer a um time. Minha liderança, meu bloqueio de arremessos, minha habilidade de três pontos e apenas minha capacidade de fazer jogadas na quadra. E daria uma boa olhada nisso para puxar o gatilho..."


    [adgoogle][/adgoogle]

    Dadas as dificuldades de Russell Westbrook desde que ingressou no Lakers e seu mau ajuste ao lado de LeBron James e Anthony Davis, ele foi tema de implacáveis rumores de troca durante toda a offseason.

    Um dos rumores mais persistentes foi uma troca com o Pacers, juntamente com as escolhas de primeira rodada do Lakers de 2027 e 2029, por Turner e Buddy Hield.

    Embora o futuro capital do draft seja importante, tanto Turner quanto Hield seriam ajustes mais naturais para o Lakers do que Westbrook. A capacidade de bloqueio de arremesso de Turner permitiria que o Lakers jogasse com AD na 4, poupando-lhe algum desgaste durante a temporada regular, enquanto sua capacidade de arremessar do perímetro não mataria completamente o espaçamento da equipe.

    Turner tem médias de 16 pontos, oito rebotes e 4,5 tocos por jogo em duas partidas nesta temporada, com 38,1% de aproveitamento de seus arremessos e 37,5% de três.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Hield daria ao Lakers um arremessador muito necessário para ajudar com o espaçamento acima mencionado, permitindo que LeBron desempenhasse mais confortavelmente seu papel como o principal comandante do time no ataque.

    Em paralelo a tudo isso, com a estratégia de sair com Russ do banco nos últimos dois jogos, o Lakers parece que teve uma melhor performance do seu armador que foi peça chave na vitória do time por 121 a 110 sobre o Nuggets no domingo.

    Para muitos torcedores do Lakers, esses dois jogos não vão apagar a natureza tumultuada de todo o mandato de Westbrook em Los Angeles. No entanto, ele pode ganhar tempo para o Lakers analisar mais se é uma situação sustentável a longo prazo.

    [mediabr][/mediabr]

    Fala aí!