Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    26 de Outubro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_porque_anthony_davis_precisa_ser_o_pivo_do_lakers_mesmo_que_ele_nao_goste

    Anthony Davis não gosta de jogar de pivô. Isso provavelmente você já sabe.

    Quando o Lakers trocou por Davis em 2019, foi algo que ele falou em uma de suas primeiras entrevistas como jogador do time.

    “Gosto de jogar na quatro. Eu realmente não gosto de jogar como pivô”, disse Davis a Tania Ganguli do LA Times. “Se for preciso e você precisar de mim para jogar na cinco, então eu jogarei na cinco”, disse Davis ao então técnico Frank Vogel.

    O comentário de Davis não recebeu nenhuma reação, já que o vice-presidente do Lakers, Rob Pelinka, apoiou a mais nova adição da equipe imediatamente.

    [adgoogle][/adgoogle]

    “Queremos uma década de domínio dele aqui, certo? Então, temos que fazer o que é melhor para o corpo dele, e tê-lo brigando contra os maiores pivôs do Oeste todas as noites não é o melhor para o corpo dele ou para o nosso time e a franquia", afirmou Pelinka.

    O Lakers então adicionou Dwight Howard e JaVale McGee para serem os jogadores da posição 5, garantindo que Davis passaria um tempo limitado por lá. Como resultado, o Lakers possuía uma das melhores defesas da NBA e conquistou o campeonato durante a temporada de 2020.

    Avançando para a temporada 2022-23, Davis, mais uma vez, deixou claro mais uma vez sua intenção.

    “Tenho certeza de que ele ouviu que quero jogar na 4, então ele sabe o que penso”, disse Davis sobre o novo treinador Darvin Ham durante a pré-temporada. "Mas no final das contas, eu quero vencer, então se sou eu jogando na 5, é isso que vai ser."

    O novo Lakers não funcionou até agora, mas Davis jogando como pivô pode ser o melhor caminho para encontrar o sucesso nesta temporada.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Por que o Lakers precisa de Anthony Davis como pivô

    O Lakers tentou buscar alguma ajuda na linha de frente nesta offseason, contratando nomes mais jovens como Thomas Bryant e Damian Jones para atender ao pedido de Davis.

    Esperava-se que Bryant fosse o titular do time, mas o jogador sofreu uma torção no polegar esquerdo que exigiu cirurgia antes do início da temporada, forçando-o a ficar fora por pelo menos três semanas. Jones, por outro lado, registrou apenas 13 minutos no total nesta temporada, não conseguindo entrar na rotação do Lakers.

    Isso deixa Davis como a única opção e é do interesse da equipe, mesmo que não seja o que ele prefere.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Anthony Davis é o ponto central da defesa do Lakers

    Davis é o único grande homem do elenco capaz de proteger o aro em um nível alto o suficiente para permitir que esse esquema funcione e, apesar de seu cartel sem vitórias, a defesa do Lakers tem sido bem-sucedida até este ponto.

    O Lakers tem a segunda melhor classificação defensiva da liga com (103,4 pontos) e é o time que menos permite pontos de adversário dentro do garrafão (37,3 pontos) em três jogos. De acordo com estatísticas da NBA, os adversários do Lakers estão tendo aproveitamento de 50,6 por cento no garrafão, que também é a segunda melhor marca da liga. Ainda é muito cedo, mas são números promissores.

    Apesar da derrota, Davis registrou seis tocos contra o Blazers, seu maior número em um jogo desde 2020.

    Sendo Davis o pivô nesses três jogos, é fácil traçar uma linha entre o progresso defensivo do Lakers e do jogador servindo como protetor de aro da equipe.

    Porém, se por um lado o Lakers tem tido bons números na defesa, não podemos dizer o mesmo no ataque.

    O Lakers o único time da NBA com uma classificação ofensiva abaixo de 100. Sua porcentagem de 21,2% de três pontos é a pior da liga por uma ampla margem.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Dos seis jogadores no elenco que tentaram pelo menos 10 arremessos de 3 pontos, nenhum deles está arremessando acima de 30 por cento, que é um aproveitamento muito baixo.

    Como resultado, as equipes estão congestionando seu garrafão de defesa e cedendo espaço aos arremessadores, já que o Lakers não tem uma única ameaça de perímetro. O espaçamento ofensivo é péssimo, e só pioraria se o técnico Darvin Ham tentasse colocar outro jogador ao lado de Davis na quadra de ataque.

    Além disso, o arremesso de três pontos de Davis durante a temporada da bolha, mostra que o fato seja mais fora da curva do que exatamente uma de suas maiores qualidades. Ele está com aproveitamento de 22,8% de três pontos desde que ingressou no Lakers em 2019.

    Jogar com Davis como pivô permite que o Lakers tente colocar ameaças de perímetro em torno dele e LeBron James, mesmo que não haja muitas opções para escolher no elenco.

    Mover Davis para a quatro só permitiria que os adversários tivessem seu trabalho facilitado, e o ataque do Lakers só ficaria pior do que já foi.

    Davis pode não querer jogar como pivô, mas se o Lakers tiver alguma chance de descobrir as coisas com seu elenco atual, é sua única opção.

    [mediabr][/mediabr]

    Fala aí!