Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    30 de Novembro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_dwight_howard_revela_as_maiores_diferencas_entre_kobe_bryant_e_lebron_james

    Dwight Howard jogou por duas ocasiões com o Lakers e com duas grandes estrelas: Kobe Bryant e LeBron James.

    Depois da primeira passagem tumultuada, Howard não era muito bem-visto pela torcida do Lakers, mas o jogador acabou ajudando o time a vencer o campeonato da bolha, redimindo-se com todos.

    Durante uma entrevista recente, Howard comentou como foi jogar com as duas lendas da NBA.

    "Eles são totalmente diferentes em suas personalidades. Kobe era mais direto, sempre concentrado, as vezes apenas quieto. LeBron, usa música alta, fica agitando de um lado pro outro, levantando o ânimo antes do jogo. São dois tipos diferentes de jogadores."


    Apesar de Kobe e LeBron terem personalidades diferentes, eles sempre tiveram o mesmo desejo de vencer. Embora suas abordagens e estilos de liderança fossem diferentes, eles tinham o mesmo objetivo em mente a cada temporada. Dwight aprendeu muito com os dois e mesmo não tendo vencido ao lado de Kobe, teve a chance de conseguir o anel com LeBron.

    É tudo culpa do técnico Darvin Ham!

    É tudo culpa do técnico Darvin Ham! Pelo menos foi o que o próprio declarou depois da derrota contra o Pacers, após o Lakers liderar o jogo por 17 pontos.

    A falta de urgência e agressividade ficou clara no período final, com o time muito perto de conquistar sua sexta vitória nos últimos sete jogos.

    A derrota foi dolorida, com o calouro do Pacers Andrew Nembhard matando uma bola de três pontos no estouro do cronometro.

    Ao final do jogo, Ham tomou toda responsabilidade sobre a atitude do time:

    “Acho que não aproveitamos a forma como estávamos atuando, jogando com força, continuando a mover a bola”, disse ele sobre o que desencadeou a virada do Pacers.

    “Eu gostaria que tivéssemos sido muito mais agressivos, continuássemos jogando com ritmo e também continuássemos a ser organizados e a movimentar a bola. E isso é minha culpa. Pode colocar na minha conta. Eu vou assumir a responsabilidade por isso.

    “Desistimos de muitos rebotes ofensivos e isso tem sido algo que nos atormentou nos últimos jogos. O Indiana tem um time muito bom, um time com atiradores em todos os lugares e você não pode permitir que eles tenham uma segunda ou terceira chance com jogadores abertos."

    A derrota fez com que o Lakers tenha agora uma campanha de 7-12, o que é a terceira pior campanha do Oeste, embora o time esteja a apenas dois jogos da zona de play-in.

    Nesta quarta o time recebe o Blazers sem Lillard, mas vai ser interessante notar como o elenco vai lidar com a situação de ter desperdiçado uma vantagem de 17 pontos no jogo anterior.

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter