Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    09 de Novembro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_quem_sera_negociado_no_lakers

    Será mesmo que o Lakers está considerando negociações que não envolvam Russell Westbrook como tem sido relatado essa semana?

    Com uma campanha de apenas 2-8 na temporada, nem é preciso dizer que o Lakers tinha maiores ambições este ano. Após uma offseason de treinos e nova formação de elenco, a esperança era que o novo técnico Darvin Ham pudesse implementar um sistema que desbloqueasse o potencial desta equipe do Lakers.

    Os resultados, pelo menos até agora, foram bastante decepcionantes, mas isso não significa que não haja alguns pontos positivos para o time. Ironicamente, a produção de Russell Westbrook tem sido o maior ponto positivo. Depois de uma temporada de pesadelo há um ano, seu ressurgimento até aqui, tem sido uma das maiores histórias desse time.

    [adgoogle][/adgoogle]

    "Faz sentido para o GM do Lakers, Rob Pelinka, continuar a olhar para trocas e jogadores potencialmente disponíveis de equipes adversárias. E de acordo com várias fontes, é isso que Pelinka continua a fazer... Além disso, fontes disseram ao Hoops Wire que o Lakers está explorando trocas de jogadores além de Westbrook, novamente, se isso significar melhorar o elenco agora", relatou Sam Amico, do HoopsWire. "O problema é que, além de Davis e LeBron, não há muitos Lakers que outros times queiram no momento."

    Enquanto Westbrook finalmente parece jogar mais a vontade, a mudança não fez muito para reverter essa situação para o Lakers. Com LeBron James claramente em declínio, há quem defenda que o Lakers negocie seu maior ativo comercial de todos: Anthony Davis.

    [adgoogle][/adgoogle]

    "O Lakers perdeu de novo. Há um burburinho, apenas um burburinho de que AD pode estar disponível...", disse Bill Simmons em seu podcast. "Você tem Davis, que não tem o mesmo poder há alguns anos. Certamente, não perto da "Bolha Davis", essa foi a última vez que vimos Davis no nível Pelicans de 2018. Este ano ele vai receber US$ 37,9 milhões, no próximo ano, US$ 40,6 milhões, e tem a opção de jogador em 2025, no valor de US$ 43,2. Não sei onde esta história termina para este time do Lakers, mas o Pelicans detêm a sua escolha. Não acho que o que eles possam fazer algo realmente que os corrija para ser um time de playoff."

    Resta saber quem vai ficar em Los Angeles quando uma mudança realmente acontecer, mas está claro que o Lakers precisa agir e fazer algumas mudanças importantes se quiser competir com os grandes nomes do Oeste.

    [mediabr][/mediabr]

    Lakers teria interesse em dupla do Spurs

    Russell Westbrook melhorou demais depois que o técnico Darvin Ham mudou seu plano de jogo deixando o armador na segunda unidade do Lakers.

    Ele saiu do banco nos últimos cinco jogos e, nesse período, tem médias de 18,8 pontos, 5,8 rebotes e 7,2 assistências, com um aproveitamento de 50,0% no geral e incríveis 45,5% na faixa de 3 pontos.

    Westbrook, que tem sido alvo no Lakers desde o ano passado, até conseguiu alguns gritos de MVP enquanto arremessava lances livres nos dois últimos jogos do time.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Mas os rumores comerciais envolvendo Russ não terminaram, e ainda há uma chance real de que o Lakers o descarte em algum momento antes do prazo de negociação.

    E segundo o site Lakers Daily, parece haver uma negociação em potencial com o San Antonio Spurs que a diretoria possa explorar:

    “Um relatório indica que Los Angeles tem como alvo Josh Richardson e Doug McDermott em uma troca que enviaria Westbrook para o San Antonio Spurs’, escreveu LJ Ellis do SpursTalk. 'No entanto, não parece que o Lakers esteja disposto a abrir mão de muito capital em tal acordo, então as negociações ainda não ganharam força.'"

    [adgoogle][/adgoogle]

    Richardson daria ao Lakers um ala 3-D que pode oscilar entre as posições 2 e 3, enquanto McDermott seria uma boa opção para a segunda unidade e traria para jogo arremessos de três pontos muito necessários.

    O Lakers provavelmente não puxará o gatilho em qualquer negociação até pelo menos o Dia de Ação de Graças.

    Fala aí!