Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    01 de Novembro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_russell_westbrook_no_lakers_ate_o_fim_da_temporada

    Não é nenhum segredo que o Lakers vem tentando trocar Russell Westbrook nos últimos meses e que provavelmente retomará esses esforços em cerca de algumas semanas.

    Embora o armador tenha feito boas atuações nos últimos dois jogos, a maioria dos torcedores já se cansaram dele há um bom tempo e o querem fora do time de uma forma ou de outra.

    Mas cada vez mais, parece que Westbrook continuará sendo um Laker, e de fato, ele mostrou algum compromisso com seu novo papel saindo do banco.

    Ele jogou muito bem na vitória de domingo sobre o Denver Nuggets, marcando 18 pontos em 6 de 12 arremessos no geral e 2 de 4 de 3 pontos, pegando oito rebotes e dando oito assistências.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Ele recentemente colocou sua casa em Los Angeles à venda, mas agora comprou uma nova, uma que fica do outro lado da rua do companheiro de equipe LeBron James.

    “Cerca de um mês depois que Westbrook colocou sua mansão em Los Angeles no mercado, ele gastou US$ 37 milhões em outra residência de Brentwood. A casa era anteriormente propriedade da herdeira da Fórmula 1 Petra Ecclestone e por acaso fica do outro lado da rua de James. Ecclestone e seu marido, Sam Palmer, compraram a propriedade em 2019 por US$ 22,7 milhões e fizeram uma série de reformas ao longo dos anos, informou a Dirt. Palmer, um agente da Hilton & Hyland, representou a transação.”

    Mesmo se ou quando Westbrook for negociado, ele pode continuar morando em Southland, como sempre foi sua casa. Ele cresceu em Hawthorne e jogou na Universidade da Califórnia, em Los Angeles.

    Mas, sem dúvida, o fato de ele ter comprado uma casa tão perto da propriedade de LeBron parece um bom sinal em termos de química do time e seu relacionamento com seus companheiros.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Myles Turner não esconde que quer jogar pelo Lakers

    Até mesmo o pivô do Indiana Pacers, Myles Turner, acredita que o Lakers deve dar uma "olhada melhor" para potencialmente negociar por ele em meio a um início de temporada com uma campanha de 1-5.

    "Se eu sou o Lakers, eu dou uma boa olhada nisso por conta da posição em que você se encontra", disse ele a Adrian Wojnarowski, da ESPN, em seu The Woj Pod, quando perguntado se o Lakers deveria trocar duas futuras escolhas de primeira rodada por ele. "Sei o que posso oferecer a um time. Minha liderança, meu bloqueio de arremessos, minha habilidade de três pontos e apenas minha capacidade de fazer jogadas na quadra. E daria uma boa olhada nisso para puxar o gatilho..."

    [adgoogle][/adgoogle]

    Dadas as dificuldades de Russell Westbrook desde que ingressou no Lakers e seu mau ajuste ao lado de LeBron James e Anthony Davis, ele foi tema de implacáveis rumores de troca durante toda a offseason.

    Um dos rumores mais persistentes foi uma troca com o Pacers, juntamente com as escolhas de primeira rodada do Lakers de 2027 e 2029, por Turner e Buddy Hield.

    Embora o futuro capital do draft seja importante, tanto Turner quanto Hield seriam ajustes mais naturais para o Lakers do que Westbrook. A capacidade de bloqueio de arremesso de Turner permitiria que o Lakers jogasse com AD na 4, poupando-lhe algum desgaste durante a temporada regular, enquanto sua capacidade de arremessar do perímetro não mataria completamente o espaçamento da equipe.

    Turner tem médias de 16 pontos, oito rebotes e 4,5 tocos por jogo em duas partidas nesta temporada, com 38,1% de aproveitamento de seus arremessos e 37,5% de três.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Hield daria ao Lakers um arremessador muito necessário para ajudar com o espaçamento acima mencionado, permitindo que LeBron desempenhasse mais confortavelmente seu papel como o principal comandante do time no ataque.

    Em paralelo a tudo isso, com a estratégia de sair com Russ do banco nos últimos dois jogos, o Lakers parece que teve uma melhor performance do seu armador que foi peça chave na vitória do time por 121 a 110 sobre o Nuggets no domingo.

    Para muitos torcedores do Lakers, esses dois jogos não vão apagar a natureza tumultuada de todo o mandato de Westbrook em Los Angeles. No entanto, ele pode ganhar tempo para o Lakers analisar mais se é uma situação sustentável a longo prazo.

    [mediabr][/mediabr]

    Fala aí!