Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    25 de Novembro de 2022 postado por Renato Campos

    nba_russell_westbrook_pode_terminar_a_temporada_no_heat

    Desde que começou as partidas do Lakers no banco, Russell Westbrook tem jogado muito melhor que antes. O jogador parece muito mais à vontade e seus números melhoraram consideravelmente.

    Ainda assim, há uma grande chance de que a diretoria do Lakers queira se livrar do alto salário do armador, negociando com alguma equipe que queira abrir espaço em sua folha salarial na próxima offseason.

    Pelo que se fala nos bastidores, o pensamento é que se Russell Westbrook for negociado, o time que adquirir o armador vai acabar aplicando o buyout e tornando Russ um agente livre.

    O jornalista Eric Pincus, do Bleacher Report, sugeriu uma troca que enviaria Kyrie Irving, Bojan Bogdanovic, Alec Burks e Nerlens Noel para o Lakers por Westbrook, mais dois outros jogadores e capital de draft. Neste artigo, Pincus disse que pessoas envolvidas com a NBA acreditam que Russ assinaria com o Heat se passasse pelo processo de buyout.

    “O Pistons provavelmente não vê Westbrook, Beverley ou Nunn como jogadores de rotação importantes e pode procurar negociar qualquer jogador do Lakers que receber na negociação. Se Westbrook for comprado, o burburinho em torno da liga é que ele assine com o Miami Heat”.

    O Heat, que esteve muito perto de chegar às finais da NBA na última temporada pela segunda vez em três anos, está com apenas 7 vitórias e 11 derrotas e precisa urgentemente de uma injeção de ritmo e poder de ataque. Se Westbrook aceitasse a oferta do time de Pat Riley, ele poderia dar ao time de Miami exatamente isso.

    Lakers já tem estratégia para realizar uma troca

    O Lakers definitivamente vai aguardar mais um tempo antes de pensar em fazer alguma negociação.

    Embora o time tenha vencido alguns jogos recentemente, a campanha de 5-11 está longe de ser a ideal e hoje o time ocupa a 13ª colocação da Conferência Oeste. Mas não há dúvida, que a diretoria quer que o time tenha chances de tentar disputar os playoffs ainda nesta temporada.

    Embora uma troca pode mudar o rumo das coisas em Los Angeles, a cautela ainda tem sido o ponto principal da diretoria nesse momento. Recentemente, o insider da NBA Dave McMenamin afirmou que o plano do Lakers é ter uma campanha de 50% de aproveitamento até 15 de dezembro e pensar em fazer uma troca depois desse ponto.

    “O que eles acham realista é ter um aproveitamento de 50% de vitórias na temporada até 15 de dezembro, quando os negócios começam a ser potencialmente abertos na liga, porque é quando os contratos assinados na offseason passada podem ser negociados. E então, talvez você possa finalmente fazer essa troca com a escolha de draft que tem sido falada por meses e meses e meses em algum momento do final de dezembro a meados de janeiro e fazer com que seja um impulso adicional para este time.”

    Pelinka e companhia tem um plano sólido desde o início e parece que não vai mudar o rumo desta estratégia. Ter mais opções na mesa e saber como esse time ainda pode realmente se comportar, é algo bastante sensato realmente.

    Como por muitas vezes já foi relatado, as escolhas de primeira rodada do Lakers são vistas por outros times como muito valiosas, e muita gente pode se interessar mais para o final do ano do que exatamente agora.

    Verdade é, que já estamos no final de novembro, e o fim do ano é logo ali.

    Resta saber o que o Lakers já tem em mente ao considerar seu futuro. Existem várias opções intrigantes, mas a diretoria precisa ter certeza de fazer o acordo certo, já que terá apenas uma chance de fazer um elenco competitivo.

    O Lakers ainda vai trocar Russell Westbrook?

    Embora o Lakers ainda esteja tendo uma temporada decepcionante, você vai concordar que o jogo de Russell Westbrook desde que começou a sair do banco evoluiu consideravelmente.

    Russ vive o seu melhor momento no Lakers desde que chegou a Los Angeles, e teve 10 ou mais assistências saindo do banco em 4 jogos consecutivos. Ele é o primeiro jogador desde Muggsy Bogues (1990) a ter mais de 10 assistências em 4 ou mais jogos consecutivos como um reserva.

    Boas atuações a parte, dificilmente Russ vai deixar os rumores de troca do time até que algo realmente concreto aconteça.

    Mas será mesmo que o Lakers ainda tem pretensões de trocar Russ ainda esta temporada?

    De acordo com Michael Scotto, do HoopsHype, "alguns executivos acreditam que o Lakers vai resistir e continuar com Westbrook se ele continuar produzindo desta forma saindo do banco."

    Como titular, Westbrook teve média de apenas 10,3 pontos, 6,7 rebotes, 4,3 assistências e duas roubadas de bola por jogo, com um pífio aproveitamento de 28,9, sendo 8,3% de três pontos.

    Mas desde que foi colocado na segunda unidade, Westbrook tem uma média mais produtiva de 16,8 pontos, 8,6 assistências e cinco rebotes por jogo, com 43,6% de aproveitamento e 39,6% de três, uma grande melhoria se comparado aos 30,5% de média em sua carreira.

    Porém, nada muda o fato de que o Lakers tem que pagar os 47 milhões de salário a Russ, o que impossibilita o time a ter flexibilildade para montar um elenco mais competitivo.

    O Lakers pode estar criando uma identidade dentro de quadra, mas é dificil acreditar que esse elenco possa conquistar um campeonato.

    Scotto observou que o Lakers "ofereceu uma escolha de primeira rodada protegida e Westbrook para o San Antonio Spurs por Josh Richardson e Doug McDermott" antes da temporada, embora o Spurs quisesse uma escolha desprotegida para assumir o enorme salário de Westbrook, e o Lakers recusou.

    No final de outubro, Shams Charania, do The Athletic, reportou que o Lakers e o Indiana Pacers discutiram a estrutura de um acordo que teria enviado Myles Turner e Buddy Hield a Los Angeles por Westbrook, mas essas negociações também atingiram um obstáculo nas considerações do draft. O Pacers supostamente queria as escolhas desprotegidas da primeira rodada do Lakers de 2027 e 2029.

    Se o Lakers vai se livrar do salário de Westbrook, as considerações do draft terão que fazer parte da negociação. Mas talvez o recente ressurgimento de Westbrook tenha dado ao Lakers mais paciência e, por sua vez, uma vantagem no negócio.

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter