Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    08 de Fevereiro de 2023 postado por Renato Campos

    nba_lebron_james_se_torna_o_maior_cestinha_da_nba_em_derrota_do_lakers

    A partida da noite desta terça contra o Thunder era importante por alguns motivos. Se o Lakers vencesse o confronto, tomaria de volta a 12ª colocação no Oeste e LeBron James poderia se tornar o maior pontuador da história da NBA. LeBron conseguiu o seu feito histórico, mas o Lakers foi derrotado por 133-130.

    Precisando de 36 pontos para superar Kareem Abdul-Jabbar, LeBron James alcançou a marca no final do terceiro período com seu jumper clássico que estamos acostumados a assistir. Kareem e o comissário da NBA, Adam Silver, cumprimentaram o rei no meio da quadra com a bola do jogo, enquanto LeBron fazia um discurso sincero com lágrimas nos olhos ao quebrar esse recorde inimaginável.


    [adgoogle][/adgoogle]

    Infelizmente, atingir um marco histórico em uma derrota tem sido uma tendência estranha para LeBron desde que ingressou no Lakers.

    Quando ultrapassou Michael Jordan, o time perdeu por 16 para o Denver. Quando ele ultrapassou Kobe, o Lakers perdeu por 17 para o Sixers. Quando ele se tornou o maior pontuador de todos os tempos (incluindo pontos de playoff), o time perdeu para o Warriors. Ele alcançou a marca de 10.000 pontos, 10.000 assistências e 10.000 rebotes em uma derrota de 29 pontos contra o Phoenix Suns.

    Desde o início ficou claro que todos estavam ali por conta do LeBron. A torcida estava insana a cada vez que LeBron marcava uma cesta ou mesmo tocasse na bola. O primeiro período terminou com o Lakers perdendo por dois pontos e LeBron com oito, precisando ainda de 28 para bater o recorde.

    Apesar da empolgação, o primeiro tempo foi comandado pelo Thunder. O time de Oklahoma estava com a mão quente com um aproveitamento de 63% de seus arremessos de três pontos. Shai Gilgeous-Alexander estava indefensável, marcando 30 pontos na noite e ainda na metade da partida, OKC já tinha 76 pontos e uma vantagem confortável de 10 pontos.

    Em uma noite de festa para LeBron, o Lakers sofreu mais uma derrota e agora tem uma campanha de 25-30 na temporada.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Atuações

    A noite foi toda de LeBron James. Ele quebrou o recorde histórico com uma atuação de 38 pontos, em um aproveitamento de 13-20, sete rebotes, três assistências e três roubos de bola.

    LeBron esquentou mesmo no segundo período, o que o fez terminar com 20 pontos no intervalo.

    Davis não teve uma noite muito produtiva, marcando apenas 13 pontos e pegando 8 rebotes. Davis não esteve bem na defesa e pareceu disperso em diversos momentos. Talvez a noite de festa de LeBron possa ter tirado o foco de AD e alguns outros jogadores do Lakers.

    Estatisticamente, Westbrook teve uma boa atuação com 27 pontos em 10 de 19 arremessos, incluindo 4 de 7 de bolas de três pontos, oito assistências, dois roubos de bola e um toco espetacular em Jaylin Williams. Infelizmente, teve o lado ruim. Russ cometeu seis turnovers e também perdeu várias bandejas, algo que prejudicou os esforços do Lakers para se recuperar de uma diferença de dois dígitos.

    Hachimura, mais uma vez, não se envolveu muito no ataque do Lakers no primeiro tempo. Mas depois, principalmente após LeBron conquistar seu recorde, o resto do elenco esteve mais ativo no ataque. Em 26 minutos, ele acertou teve aproveitamento de 5 de 7 e acertou sua única tentativa de três pontos, terminando a noite com 14 pontos e seis rebotes.

    Todas as três tentativas de arremesso de Beverley foram de três pontos, e ele acertou duas delas, dando a ele sete pontos, mais cinco assistências, em 24 minutos. Mas sua defesa não foi muito eficaz, com os armadores do Thunder terminando a noite com bons números. Shai Gilgeous-Alexander fez 30 pontos em 9 de 17 arremessos, enquanto seu companheiro Josh Giddey fez 20 pontos em 10 de 19 arremessos.

    [adgoogle][/adgoogle]

    Confira os lances do jogo


    Fala aí!