Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    14 de Fevereiro de 2023 postado por Renato Campos

    nba_porque_o_lakers_foi_dominado_pelo_blazers_em_portland

    Embora o Lakers estivesse jogando sem LeBron James, o Blazers estava sem seu pivô titular Jusuf Nurkic, e uma vitória longe de Los Angeles não apenas parecia possível, mas era absolutamente esperada na noite desta segunda-feira. 

    Porém, o Lakers acabou sendo derrotado pelo Blazers nesta segunda por 127-115, em uma noite que quase todas as bolas de três pontos do time de Portland foram convertidas. Foram no total 23, o que acabou liquidando a partida.

    O Lakers tem agora uma campanha de 26-32 e continua na 13ª colocação no Oeste. A partida contra o Blazers era um confronto direto, já que a equipe ocupa exatamente a 12ª posição.

    A partida começou de certa forma boa para o Lakers, que abriu o placar em 12-5 e Anthony Davis parecia saber que teria facilidades dentro do garrafão adversário.

    Mas nada disso se manteve por muito tempo.

    Ainda no primeiro período as bolas de três pontos do Blazers começaram a cair, com o time acertando 10-14 de suas tentativas. Antes do início do segundo período, o Lakers já perdia por 15 pontos.

    Ainda antes do intervalo o show ficou por conta da Damian Lillard, que terminou a noite com 40 pontos. O time do Blazers continuou acertando suas bolas de três pontos e o Lakers foi para o vestiário perdendo por 19 pontos.

    No terceiro período o Lakers não conseguiu reagir e a partida estava sempre sendo controlada pelo time da casa. No quarto período, o técnico Darvin Ham já não tinha mais respostas para tentar buscar uma vitória, e faltando pouco mais de seis minutos, Anthony Davis já descansava.

    Atuações

    Embora este não tenha sido um jogo muito eficiente para os padrões de Davis, ele se recuperou bem depois de três jogos consecutivos abaixo da média, após uma partida ofensiva muito ruim no sábado contra o Golden State Warriors.

    Ele acertou 8 de 18 arremessos e marcou 19 pontos, além de pegar 20 rebotes e bloquear três arremessos. Ele ainda não está atacando a cesta tanto quanto antes de sua lesão no pé direito, e é possível analisar isso em suas estatísticas por conta de suas tentativas de lances livres diminuídas.

    D'Angelo Russell não foi mal em seu segundo jogo com o Lakers, mas ele também não fez uma grande partida. Sua eficiência não foi muito boa, já que ele terminou com um aproveitamento de 7 de 16, sendo 2 de 8 de bolas de três pontos, fechando a noite com 16 pontos, três rebotes e quatro assistências em 28 minutos.

    Vanderbilt teve uma partida equilibrada em seu segundo jogo pelo Lakers, terminando com seis pontos, seis rebotes, três assistências e duas roubadas de bola em 22 minutos.

    Beasley, que não fez uma boa estreia, teve um início lento em seu segundo jogo, mas terminou a noite com 22 pontos com aproveitamento de 8 de 16, sendo 6 de 12 de bolas de três pontos, embora boa parte dessa produção tenha ocorrido quando a partida já estava liquidada.

    Ainda assim, se Beasley manter seu arremesso com qualidade, será uma grande vantagem para o Lakers que precisa desesperadamente de bons chutes de fora.

    Agora o time tem essa terça de descanso e volta a jogar na quarta, quando recebe o Pelicans em Los Angeles.

    Lakers x Blazers: Melhores momentos


    Fala aí!