Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    17 de Maio de 2023 postado por Renato Campos

    nba_porque_o_lakers_deve_estar_otimista_para_o_jogo_2_contra_o_nuggets

    Uma coisa você vai concordar comigo. Não existe vitória moral na NBA, muito menos durante os playoffs. Mas embora o Lakers tenha perdido para o Nuggets na primeira partida da série final do Oeste nesta terça por 131-126, o time tem motivos para acreditar que o segundo jogo será muito melhor.

    O time foi mal escalado, começou em marcha lenta e perdia por 18 pontos quando foram para o vestiário durante o intervalo. No terceiro as coisas ainda pioraram com o time perdendo por 21 e uma reação tardia evitou que o placar fosse mais elástico.

    Sem dúvida foi uma partida decepcionante para o Lakers, mas existem alguns motivos para que o time, e nós torcedores, tenhamos otimismo para o jogo desta quinta.

    O Lakers pontuou com certa facilidade

    O início de jogo foi complicado e atrapalhou qualquer tipo de plano que o Lakers tinha vencer a partida. Embora o time tenha marcado apenas 54 pontos no primeiro tempo, as coisas esquentaram logo depois.

    O Lakers teve um aproveitamento de 66,7% de seus arremessos no geral e 50% na faixa de três pontos. No período final, o Lakers teve aproveitamento ainda maior de longa distância, chegando aos 62,5% de acerto.

    Davis, que encontrou alguma dificuldade no primeiro tempo, marcou 22 dos seus 40 pontos no segundo tempo, tendo um aproveitamento de 7-9. Quem também colaborou de forma significativa foi Austin Reaves, marcando 18 após um primeiro tempo ruim.

    Rui Hachimura pode ser uma peça chave

    Hachimura não teve uma boa série contra o Warriors, mas mostrou flashes de que pode ser uma peça importante nesta série contra o Nuggets. Ele marcou 17 pontos, com um aproveitamento de 8-11 arremessos.

    O nosso japonês esteve à vontade, e não importava quem estava o marcando, ele sempre conseguia uma forma de pontuar.

    De forma surpreendente, Rui marcou bem Nikola Jokic no último período. Embora o pivô tenha tido uma atuação absurda com 34 pontos, 21 rebotes e 14 assistências, no quarto período ele tentou apenas dois arremessos, errando ambos, e conseguiu apenas dois rebotes.

    Com Hachimura marcando Jokic, Davis defendia o garrafão para caso o pivô conseguisse passar por Rui, fazendo seu trabalho ser um pouco mais custoso para tentar pontuar.

    Com isso, o Lakers foi capaz de desacelerar o Nuggets depois que o time de Denver fez o que queria nos primeiros três períodos.

    O Nuggets marcou 72 pontos no primeiro tempo e 106 no final de três períodos e, embora tenha acertado 50% no último frame, o time marcou apenas 26 pontos.

    Um dos pontos que o Lakers também ajustou na segunda etapa, foi conter os pontos de transição do Nuggets. Se no primeiro tempo o time do Colorado marcou 17 no contra-ataque, no segundo eles tiveram apenas dois.

    Denver jogou muito bem, mas acabou vencendo por uma pequena margem.

    Concluindo, após um início turbulento, o Lakers se manteve focado na partida e conseguiu mudar a história do jogo no segundo tempo. Com ajustes necessários, o time pode fazer um resultado bem diferente nesta quinta-feira e chegar em Los Angeles com uma vantagem de mando de quadra.

    Fala aí!