Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    23 de Julho de 2023 postado por Renato Campos

    nba_austin_reaves_nao_poupa_palavras_para_falar_de_russell_westbrook

    O período de Russell Westbrook com o Lakers não foi exatamente como ele ou a organização esperavam, mas durante sua passagem, ele deixou uma impressão positiva em Austin Reaves.

    Em uma entrevista no podcast "All The Smoke", Reaves compartilhou uma história sobre como Westbrook esteve lá por ele em um momento difícil, elogiando o provável futuro membro do Hall da Fama por sua camaradagem e personalidade:

    "Sim, ele é um dos melhores companheiros de equipe que já tive, como pessoa, você sabe, não poderia ser melhor. Quando contraí COVID em dezembro do meu primeiro ano em Minnesota, fiquei preso lá por sete dias. Foi difícil, mas ele me estendeu a mão três ou quatro vezes, perguntando se eu precisava de alguma coisa, oferecendo-se para me enviar coisas, o que quer que eu precisasse. Como pessoa, ele é incrível.

    "E como companheiro de equipe, ele sempre incentivou todos a serem melhores e a fazerem o seu melhor. E outra coisa, como você disse, ele tem uma má reputação, mas eu realmente não entendo o motivo."

    Experiência de Russell Westbrook com o Lakers não foi como esperado

    Antes da temporada 2021-22, o Lakers adquiriu Westbrook em uma troca com o Washington Wizards, com a esperança de que ele se tornasse a terceira estrela ao lado de LeBron James e Anthony Davis.

    Embora Westbrook tenha apresentado números respeitáveis durante suas duas temporadas com o Lakers, eles ficaram aquém do que ele havia produzido em passagens anteriores pelo Oklahoma City Thunder, Houston Rockets e Wizards.

    Ao longo de 130 jogos com o Lakers, Russ teve médias de 17,4 pontos, 7,2 assistências e 6,9 rebotes.

    No entanto, Westbrook não se mostrou como a peça ideal para complementar James e Davis, enfrentando desafios defensivos e como arremessador, o que eventualmente resultou em sua troca para o Utah Jazz na última temporada.

    O Jazz posteriormente dispensou Westbrook, permitindo que ele assinasse com o Los Angeles Clippers, onde encontrou um novo fôlego em sua carreira. Durante os playoffs, Westbrook registrou médias de 23,6 pontos, 7,6 rebotes e 7,4 assistências em cinco jogos pelo outro time de Los Angeles.

    Saída de Westbrook do Lakers ajudou Austin Reaves

    De forma irônica, a ascensão de Austin Reaves em sua segunda temporada foi uma das razões que permitiu ao Lakers seguir em frente sem Westbrook. Reaves teve uma média de 13,0 pontos, 3,4 assistências, 3,0 rebotes e 1,3 cestas de três pontos por jogo, contribuindo para a equipe que chegou às finais da Conferência Oeste.

    Reaves, em meio ao sucesso, assinou um novo contrato de quatro anos no valor de US$ 53,83 milhões para continuar no Lakers nesta offseason, enquanto Westbrook optou por retornar ao Clippers em um contrato de dois anos. Isso significa que os amigos e ex-companheiros de equipe continuarão em lados opostos da rivalidade de Los Angeles na próxima temporada.

    Fala aí!