Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    06 de Setembro de 2023 postado por Renato Campos

    copa_do_mundo_fiba_estados_unidos_vence_e_estao_nas_semi-finais

    A seleção americana de basquete dominou a Itália com uma vitória esmagadora de 100-63, avançando para as semifinais da Copa do Mundo da FIBA. A equipe dos EUA entrou no jogo com energia desde o início, conquistando uma vantagem de dois dígitos logo de cara e mantendo o ritmo até o fim. Mikal Bridges foi o destaque, contribuindo com 24 pontos a partir do banco de reservas.

    Reaves voltou a jogar bem após atuação apagada

    Depois de uma partida apagada e pouco tempo em quadra, Austin Reaves brilhou na partida, marcando 12 pontos em 19 minutos e realizando algumas jogadas memoráveis, incluindo uma enterrada impressionante.


    O técnico Steve Kerr foi forçado a fazer uma substituição no início do jogo quando Jaren Jackson Jr. acumulou duas faltas rápidas. Paolo Banchero entrou no jogo em meio a vaias, provavelmente devido à sua herança italiana e sua decisão de representar os EUA. No entanto, ele mostrou seu valor, especialmente na defesa, e finalizou o jogo com 8 pontos em 24 minutos de ação.

    Seleção americana pressionou a Itália desde o início

    O time dos EUA manteve a pressão na defesa desde o início, dominando a batalha dos rebotes e ampliando a vantagem para nove pontos após um arremesso de três pontos de Reaves, fechando o primeiro quarto com um placar de 24-14. Com os italianos marcando apenas 10 pontos no segundo quarto, o jogo foi praticamente decidido no intervalo, com os americanos liderando por 46-24.

    Bridges fez uma performance espetacular no terceiro quarto, marcando múltiplos arremessos de três pontos, forçando turnovers e acertando lances livres. Sua presença como jogador reserva é algo que outras seleções simplesmente não possuem.

    Reaves continuou a contribuir nos minutos finais, ajudando a selar a vaga dos EUA nas semifinais da Copa do Mundo da FIBA pela 14ª vez.


    Reaves e o restante do time dos EUA jogarão sua semifinal na quinta-feira, 7 de setembro, contra a seleção da Alemanha para a disputa de uma vaga na final da Copa do Mundo. Se os EUA vencerem na quinta-feira, será a primeira vez que chegarão à final da Copa do Mundo da Fiba desde 2014.

    Fala aí!