Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    23 de Setembro de 2023 postado por Renato Campos

    nba_3_grandes_desafios_para_austin_reaves_na_proxima_temporada_com_o_lakers

    Austin Reaves não teve muito tempo para descansar depois de uma offseason da NBA com a seleção dos EUA na Copa do Mundo da Fiba. No entanto, sua interação com treinadores de alto nível como Steve Kerr e Erik Spoelstra, sem dúvida, proporcionou a Reaves novas perspectivas para a melhoria de seu desempenho e conjunto de habilidades.

    Além disso, é provável que Reaves tenha identificado algumas lacunas em seu jogo durante seu tempo na equipe dos EUA e que esteja empenhado em corrigi-las ao longo do próximo ano.

    Aqui estão três objetivos pelos quais Reaves deve se esforçar para ser melhor na próxima temporada:

    Melhorar na defesa

    De acordo com a análise do Dunks And Threes, Austin Reaves teve um desempenho defensivo ligeiramente abaixo da média em suas duas primeiras temporadas na NBA. Durante a Copa do Mundo da Fiba deste ano, Reaves também mostrou algumas limitações defensivas. Uma parte desafiadora da posição de armador na NBA é ter que fazer marcação em situações de trocas defensivas.

    Reaves passou 41% de seus minutos defendendo arremessadores adversários na última temporada e outros 14,6% defendendo alas menores. Quando encarregado de marcar jogadores maiores e mais fortes, é essencial aprender a cortar jogadas eficazmente, especialmente quando se busca interromper o ataque adversário e forçar uma posse de bola no meio da quadra, com o relógio se esgotando.

    À medida que Reaves continua a desenvolver sua força física, também precisa adicionar complexidade ao seu conhecimento defensivo, aprendendo como usar seu corpo para criar espaços desfavoráveis para os ataques e passes adversários. Isso o ajudará a elevar seu jogo a um novo patamar.

    Aprimorar suas habilidades de jogo

    Dada a composição do elenco do Lakers, há uma possibilidade real de que Reaves passe mais tempo atuando como armador na próxima temporada. Nos dois anos anteriores, Reaves passou apenas 2% de seus minutos totais nessa posição, então, sem dúvida, haverá um período de adaptação.

    Na temporada passada, Reaves registrou uma assistência em 15,6% dos arremessos de seus companheiros de equipe quando estava em quadra, colocando-o no oitavo percentil entre os alas da liga. No entanto, com um aumento nas responsabilidades de controle de bola, houve um aumento nas perdas de bola, com o Reaves perdendo a posse em 13,6% das vezes em que estava com ela.

    Reaves precisará aprimorar sua velocidade de processamento, habilidades de passe e controle de bola caso veja um aumento em suas responsabilidades de criação de jogadas. Caso contrário, o treinador Darvin Ham poderá continuar a utilizá-lo nos jogos como 2 e 3, onde ele demonstrou sucesso.


    Lidar com um papel maior

    Reaves deve estar preparado para assumir um papel significativo na rotação do Lakers na próxima temporada. O jogador não draftado já provou ser um contribuinte valioso para a NBA e consolidou sua posição como parte importante do elenco. No entanto, enfrentará novos desafios.

    As equipes adversárias certamente terão Reaves em seus radares, e ele terá que se adaptar a diferentes tipos de marcações à medida que os treinadores tentarem limitar seu impacto. Não haverá oportunidades fáceis disponíveis para ele.

    Reaves precisará abraçar esse novo papel com confiança. Ele o merece. À medida que as equipes passarem a respeitá-lo mais, é provável que seu jogo evolua e floresça, desde que ele continue trabalhando arduamente nos bastidores.

    Melhores momentos de Austin Reaves na temporada 22-23 com o Lakers


    Fala aí!