Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    28 de Outubro de 2023 postado por Renato Campos

    nba_porque_o_lakers_precisa_mais_do_que_nunca_de_austin_reaves

    Este ano promete ser de grande importância para Austin Reaves.

    O jogador de terceiro ano do Lakers, após assinar um contrato de quatro anos no valor de 53 milhões de dólares para permanecer na Cidade dos Anjos na última offseason, tem expectativas altíssimas para esta temporada, após se destacar nos playoffs do ano passado, onde emergiu como possivelmente o terceiro melhor jogador da equipe.

    Porém, com as notícias recentes de que LeBron James deverá ter a menor média de minutos de sua carreira em sua 21ª temporada na NBA, a pressão sobre Reaves para crescer ainda mais.

    James, o maior pontuador da história da NBA, jogou apenas 29 minutos na estreia da temporada dos Lakers contra o Denver Nuggets, registrando 21 pontos (a maior pontuação do time), além de oito rebotes, cinco assistências e um roubo de bola, em uma derrota por 119-107.

    Espera-se que essa seja a norma para a maior parte do ano.

    À exceção de James e Taurean Prince, o restante do time do Lakers teve dificuldades durante quase toda a noite, destacando-se particularmente as atuações de Reaves, D'Angelo Russell e Anthony Davis, que agora serão cruciais com James passando mais tempo no banco.

    Dentre esses três, Reaves pode ser o mais vital para o sucesso dos Lakers nesta temporada.

    Enquanto Davis é o rosto da franquia ao lado de James, sua inconsistência prejudica seu impacto, especialmente nos minutos sem LeBron, nos quais sua presença se faz mais necessária.

    Após marcar 17 pontos no primeiro tempo, Davis desapareceu nos dois últimos períodos, terminando sem pontuar na segunda metade e conquistando apenas oito rebotes contra Denver.

    Assim, com a natureza volátil de Davis, James e o Lakers precisarão que Reaves estabilize o time, principalmente no ataque.

    Jovan Buha, do The Athletic, reportou na offseason que o Lakers planeja conduzir mais jogadas ofensivas através de Reaves nesta temporada, buscando continuar a explorar as habilidades de armador que ele demonstrou em seus dois primeiros anos na liga.

    Reaves teve média de quase 17 pontos por jogo nos playoffs da NBA

    Vindo de uma excelente atuação nos playoffs, onde teve média de 16,9 pontos e acertou 43% de seus arremessos de três pontos, Reaves foi elevado a titular em tempo integral. Mas ele precisa apresentar algo melhor do que mostrou na derrota para os atuais campeões.

    Em 31 minutos de ação (o quarto maior tempo de jogo do time) Reaves marcou 14 pontos com um aproveitamento de 4 acertos de 11 tentativas, além de oito rebotes, quatro assistências e dois roubos de bola, demonstrando sua capacidade multifacetada que conquistou a torcida do Lakers.

    Contudo, a eficiência ofensiva precisa melhorar, especialmente quando os outros titulares do Lakers, excluindo James, converteram apenas 17 de 37 arremessos de quadra.

    Reaves terminou a noite com um -14 no saldo do time, empatado como o segundo pior índice da equipe. E embora seja uma amostra muito pequena, baseada em apenas um jogo, essa não pode ser a tendência se o Lakers quiser sobreviver aos minutos sem James em quadra.

    Steve Kerr exaltou Reaves após mundial de basquete

    Jogadores, técnicos e executivos têm falado muito bem de Reaves durante a offseason. O técnico do Golden State Warriors, Steve Kerr, chegou a chamá-lo de um dos melhores jovens jogadores da liga, após trabalharem juntos no Team USA durante a Copa do Mundo da FIBA.

    Ele tem sido apontado como parte do "big three" do Lakers junto com James e Davis. Portanto, aqui está uma clara oportunidade para Reaves realmente reivindicar esse título e todos esses elogios, provando que é muito mais do que apenas uma ponte para o futuro dos Lakers.

    Fala aí!