Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    02 de Dezembro de 2023 postado por Renato Campos

    como_o_lakers_pode_mudar_de_forma_significativa_o_rumo_de_sua_temporada

    Com 20 jogos já disputados, o Lakers tem uma campanha muito abaixo do esperado de apenas 11-9. Embora tenha tido alguns momentos de bom basquete, bem como algumas vitórias contra equipes muito boas, o time ainda tem muito trabalho pela frente.

    Apesar de ter uma das melhores duplas de estrelas da NBA em LeBron James e Anthony Davis, além de jogadores de apoio muito capazes, o Lakers hoje parece estar jogando menos do que, pelo menos no papel, é esperado. Isso levanta a questão sobre o que está errado com o time e qual é o seu maior problema.

    Lesões atrapalharam o início de temporada do Lakers, mas isso é uma desculpa?

    Alguns diriam que são as lesões. Sim, Jarred Vanderbilt, Cam Reddish, Gabe Vincent e Rui Hachimura, para citar alguns, perderam um tempo significativo com várias lesões. Considerando que o time, como está atualmente, joga junto há apenas cerca de quatro meses, essas lesões atrapalharam seus esforços para construir química. No entanto, a equipe teve jogadores suficientemente saudáveis para vencer mais vezes do que perdeu.

    Alguns diriam que é o rebote defensivo. Embora isso tenha sido um problema, e enquanto o Lakers continue como o time que mais permite pontos de segunda chance dos adversários, o time está em nono lugar em porcentagem de rebotes defensivos, e sua defesa geral também não tem sido tão ruim. De fato, em seus últimos 12 jogos, o Lakers está em sétimo lugar em classificação defensiva e venceram oito desses confrontos.

    Alguns diriam que são os inícios lentos, mas a equipe melhorou nessa área nas últimas duas ou três semanas.

    A melhora no arremesso de três pontos é o objetivo principal para uma virada de chave do Lakers

    Agora que quase exatamente um quarto da temporada se passou para o Lakers, está claro que sua maior deficiência é a falta de arremesso de três pontos.

    Até a feia derrota de quinta-feira por 133-110 para o Oklahoma City Thunder, o Lakers está apenas em 29º lugar em porcentagem de arremessos de três pontos. A única equipe pior do que eles nesse aspecto é o Memphis Grizzlies, uma equipe que tem a segunda pior campanha na Conferência Oeste.

    Embora James esteja com uma taxa excelente do perímetro, assim como o armador titular D'Angelo Russell, ninguém mais tem se mantido consistentemente. Hachimura está com 42,9%, mas ele não é um arremessador de três pontos de alto volume.

    Reaves, Prince e Wood estão muito abaixo do esperado

    Os principais culpados nessa categoria são Austin Reaves, Taurean Prince e Christian Wood. Reaves acertou 39,8% de três na última temporada, mas nesta temporada está com apenas 31,6%. Prince e Wood historicamente têm sido bons arremessadores de fora, mas estão com 32,5% e 26,9%, respectivamente, até agora neste ano.

    O Lakers carece de jogadores que não só possam acertar consistentemente arremessos de três pontos abertos após passes de seus companheiros, mas também jogadores que possam acertar arremessos de três pontos com marcação, seja após passes ou criando seus próprios arremessos.

    Como o mal aproveitamento de três pontos tem afetado o Lakers

    Quando uma equipe não tem arremessadores consistentes de três pontos, as defesas adversárias podem se fechar no garrafão e criar congestionamento. Para o Lakers, isso significa menos espaços para James e menos espaço para Davis trabalhar no ataque.

    As equipes têm optado por marcar Davis individualmente e em dobro, assim como usar defesas de zona.  O Lakers não tem conseguido fazer as equipes pagarem por esses esquemas defensivos com chutes precisos de três pontos.

    A NBA moderna ficou muito difícil e competitiva por causa da imensa profundidade de bons e excelentes arremessadores de três pontos, especialmente aqueles que podem acertar arremessos mesmo com marcação adversária. Como resultado, quando uma equipe adversária está em uma sequência de pontos, a defesa não é suficiente para parar ou desacelerar essa sequência.

    A única resposta real para tais sequências é reagir ofensivamente da mesma forma. Não é suficiente contra-atacar e conseguir bandejas, é necessário revidar com seus próprios arremessos de três pontos.

    O Lakers precisa de um esforço de todos para resolver esse problema. Se isso não acontecer, o time terá que recorrer ao mercado de trocas antes que seja tarde demais.

    Uma luz no fim do túnel no ataque do Lakers

    Se o Lakers encontrar uma maneira de consertar suas dificuldades no arremesso de três pontos, o time pode ter uma chance de se tornar uma equipe muito boa novamente, especialmente dada a melhoria de sua defesa ultimamente.

    Acredite ou não, o Lakers está em quinto lugar em porcentagem de arremessos no geral. O time também está bem classificado em seus principais pontos ofensivos: em sexto em pontos no garrafão por jogo, sexto em tentativas de lances livres por jogo e oitavo em pontos de contra-ataque por jogo.

    Portanto, deve-se concluir que, se o Lakers simplesmente se tornar uma equipe mediana em arremessos de três pontos, enquanto também melhora sua última posição em tentativas de três pontos por jogo, haveria uma melhora significativa em sua eficiência ofensiva.

    Talvez tudo o que o time precise para realmente reviver suas aspirações ao título seja um pouco de sorte com lesões e mais eficácia em seus arremessos.

    Fala aí!