Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Raphael Philipe

    06 de Janeiro de 2024 postado por Raphael Philipe

    o_lakers_ainda_pode_entrar_na_briga_por_zach_lavine

    No meio das dificuldades enfrentadas pelo Lakers nas últimas semanas, muitos têm discutido que tipo de troca eles deveriam fazer e quem deveriam visar para recolocar a franquia nos trilhos.

    Possivelmente, o alvo de troca mais discutido é Zach LaVine, do Chicago Bulls, um jogador habilidoso e atlético que foi selecionado para o All-Star duas vezes. Ele poderia dar aos Lakers uma ameaça de pontuação legítima como terceira opção, além de acrescentar velocidade e atleticismo.

    Alto contrato de LaVine pode ser um complicador

    Certamente, haverá outras equipes interessadas em negociar pelo jogador de 28 anos, formado pela University of California, o que tornaria difícil para o time contratá-lo. Outra complicação é o seu grande contrato, que o pagará mais de US$ 40 milhões por ano até a temporada 2026-27.

    Relatos indicam que o Lakers está relutante em assumir esse contrato.

    Segundo o Yahoo Sports:

    "O mercado para o armador All-Star do Bulls, Zach LaVine, ainda está quieto, pois as equipes interessadas permanecem relutantes em absorver as quatro temporadas e cerca de US$ 180 milhões restantes em seu contrato", escreveu Jake Fischer. "LaVine está caminhando para um retorno na sexta-feira após uma ausência de várias semanas devido a inflamação no pé direito. Talvez um retorno forte, com o esforço defensivo que ele mostrou para a equipe dos EUA que intrigou os avaliadores da NBA, possa dar algum impulso para uma negociação de LaVine. Os Lakers em dificuldades parecem ser o destino mais sensato para o ex-All-Star de 28 anos, embora também tenham indicado até agora uma hesitação em assumir o salário de LaVine, disseram fontes."

    Também é válido questionar como LaVine se encaixaria ofensivamente em um time dos Lakers que tem LeBron James e Anthony Davis. Outra questão é como a equipe esconderia suas deficiências defensivas.

    O armador tem sido prejudicado por lesões recentemente, e seus números estão abaixo nesta temporada. Ele está fazendo uma média de 21 pontos por jogo, com 44,3% de acerto nos arremessos de quadra e 33,6% de 3 pontos neste ano, o que representa uma queda em relação aos 24,8 pontos por jogo, 48,5% no geral e 37,5% da linha dos 3 pontos na temporada passada.

    Fala aí!